Vendas de Natal em shoppings aumentou 5,5% em 2018

0
Shopping Flamboyant com decoração de Natal, em Goiânia, Goiás — Foto: Fato Mais Comunicação/Divulgação

Alshop estima que, no acumulado no ano, as vendas no segmento registraram um crescimento de 6% sobre 2017, correspondendo a R$ 156,3 bilhões.

As vendas dos lojistas em shoppings center cresceram 5,5% neste Natal em relação ao mesmo período de 2017, informou nesta quarta-feira (26) a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop).

Os dados foram apurados em pesquisa realizada com 400 empresas de varejo associadas à Alshop, que reúnem aproximadamente 30 mil pontos de vendas no país.

Trata-se do segundo ano seguido de crescimento nas vendas. Em 2017, os shoppings tiveram um aumento de 6%.

Os produtos mais procurados no Natal neste ano foram, pela ordem: moda masculina e feminina, calçados, perfumes e cosméticos, e brinquedos.

A Alshop estima que, no acumulado no ano, as vendas no segmento registraram um crescimento de 6%, correspondendo a R$ 156,3 bilhões.

País ganhou 13 shoppings em 2018

Segundo a associação, em 2018 foram inaugurados 13 shoppings no país. “Em 2017 tínhamos 773 shoppings e em razão dessa reclassificação e da abertura de 13 novos shoppings tradicionais, bem como fechamento de shoppings rotativos, ficamos com 754 centros comerciais”, informou a Alshop, em balanço.

A indústria de shoppings no Brasil fechou o ano com 112 mil lojas, o que representa uma redução de 9,6% ante as 124 mil lojas em operação ao final de 2017.

Consultas para vendas a prazo crescem 2,66%

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que as consultas para vendas a prazo nos 21 dias anteriores ao Natal (entre 04 e 24 de dezembro) cresceram 2,66% na comparação com o mesmo período de 2017.

Trata-se também do segundo ano consecutivo de alta e do melhor resultado desde 2004. Nos últimos anos, as vendas a prazo no Natal tiveram o seguinte desempenho: +2,13% (2017), -2,29% (2016), -4,16% (2015), -8,3% (2014), +3,62 (2013) e +3,90% (2012).

De acordo com um levantamento da CNDL e do SPC Brasil, o gasto médio do brasileiro com o total de presentes de Natal foi estimado em R$ 115,9.