Um terço dos trabalhadores de Rio Preto utiliza o sistema de transporte coletivo

0
Divulgação

São 93 mil pessoas que utilizam as 80 linhas diariamente entre segunda e sexta-feira

Um em cada três trabalhadores rio-pretenses utiliza diariamente o transporte coletivo. São 93 mil pessoas – de uma população economicamente ativa estimada em 320 mil rio-pretenses – que utilizam uma das 80 linhas responsáveis por atender a todas as regiões da cidade.

 

O complexo sistema tem como base o terminal urbano. As 21 plataformas disponíveis no local servem para o embarque e desembarque de 75 mil usuários/dia – o equivalente a 80,6% do total de passageiros.

 

“É um sistema que precisa de monitoramento constante. Por isso temos os dados em tempo real para equilibrar oferta e demanda garantindo a pontualidade e regularidade”, afirma Fernando Coelho, responsável pela Ouvidoria do Transporte Urbano, setor subordinado à Secretaria de Trânsito, Transporte e segurança de Rio Preto.

 

O monitoramento é possível por meio de um sistema de GPS instalado em todos os 274 veículos da frota.

 

Tarifa

Rio Preto tem uma das tarifas mais baixas do estado quando comparada a cidades do mesmo porte. Para o pagamento em dinheiro, a viagem custa R$ 3,30 e, para o passageiro que adquire o cartão do sistema, o valor do tíquete é de R$ 3,20.

 

Cidades como Bauru (R$ 4,20), Santos (R$ 4,30), Jundiaí (R$ 4,20), Piracicaba (R$ 4,30) e Mauá (R$ 4,30) cobram valores mais altos pelo embarque. Essa diferença se deve à política de subsídio adotada por Rio Preto como forma de incentivar o uso do transporte coletivo desestimulando o uso de veículos de passeio, como carros e motos.

 

Além do subsídio, o sistema rio-pretense oferece descontos para estudantes, que pagam R$ 1 pelo transporte. Eles representam 75 do total de passageiros. Além disso, existe a possibilidade de integração, na qual o passageiro utiliza duas linhas pagando apenas uma tarifa.

 

“Essa integração pode ser feita tanto dentro do terminal quanto em qualquer ponto fora dele. Dentro de 40 minutos após o primeiro embarque, o passageiro pode embarcar novamente sem que haja uma nova cobrança”, afirma Coelho.

 

O sistema oferece ainda gratuidade aos idosos, que representam um acréscimo de 11% ao total de passageiros.

 

Conforto

Os veículos das duas empresas concessionárias do transporte coletivo oferecem wi-fi gratuito para os usuários, sendo liberado o sinal para o uso de aplicativos para troca de mensagens e o acesso a site de conteúdo aberto (com classificação livre).

 

Neste ano começaram a atender os usuários os 36 veículos novos (15% da frota) equipados com ar-condicionado. Esses ônibus são utilizados em sistema de rodízio para que todos os usuários tenham a oportunidade de ser atendido por esses veículos.

 

 

Da Redação