Suspeito confessa que atirou no rosto e escondeu corpo da vítima em Ibirá

0

O motoboy André Luís de Oliveira, de 38 anos, preso suspeito de matar a jovem Dayra Nogueira, de 22 anos, confessou em depoimento que atirou no rosto da vítima e escondeu o corpo dela em um matagal de Ibirá (SP), segundo a Polícia Civil.

André Luís de Oliveira foi preso na tarde desta quarta-feira (11), na Rodovia Assis Chateaubriand, em Penápolis (SP). Ele contou à polícia que estava fugindo em uma motocicleta para o Paraguai.

De acordo com a delegada da Delegacia da Defesa da Mulher (DDM), Cristina Santana, o suspeito afirmou à polícia que os dois eram amigos e saiam juntos.

“Ele disse para nós que os dois tiveram uma discussão e ela bateu no rosto dele. Em seguida, ele sacou uma arma de fogo e atirou no rosto dela. Aparentemente ele premeditou o crime, pois estava armado e a matou com um tiro”, afirma Cristina Santana.

Suspeito foi preso e levado para a DDM de Rio Preto  — Foto: Renato Pavarino/G1

Suspeito foi preso e levado para a DDM de Rio Preto — Foto: Renato Pavarino/G1

Ainda segundo a delegada, os dois saíram em uma motocicleta de São José do Rio Preto (SP), na noite de segunda-feira (9). No meio do caminho, o suspeito parou em um lugar ermo e cometeu o crime.

“Nós não conseguimos afirmar ainda se foi somente um disparo de arma de fogo. O corpo estava em estado de decomposição e apenas o laudo do Instituto Médico Legal (IML) vai afirmar. A arma não foi localizada”, diz Cristina.

Depois de confessar o crime e apontar o local onde o corpo estava, o suspeito foi levado para a Delegacia da Defesa da Mulher (DDM) de Rio Preto. Ele permanece à disposição da Justiça e deve passar por audiência de custódia nesta quinta-feira (12).

“Ele foi autuado em flagrante em razão das diligências terem apontado a autoria. O suspeito vai ser indiciado por feminicídio qualificado por motivo fútil e também ocultação de cadáver”, diz a delegada.

Delegada da DDM de Rio Preto Cristina Santana  — Foto: Renato Pavarino/G1

Delegada da DDM de Rio Preto Cristina Santana — Foto: Renato Pavarino/G1

Segundo a Polícia Civil, Dayra Nogueira, de 22 anos, estava desaparecida desde a noite de segunda-feira (9). A família procurou a delegacia e registrou um boletim de ocorrência de desaparecimento.

“Uma pessoa conhecida dela afirmou à polícia que o André era conhecido da vítima. Logo que nós soubemos, começamos a investigar. Houve a informação de que o suspeito estava fugindo da cidade e ele foi capturado pela Polícia Rodoviária”, afirma a delegada.

O corpo da vítima foi retirado do local onde foi deixado pelo suspeito e levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Catanduva. Posteriormente, ele será transladado para Rio Preto. Ainda não há informações sobre o velório e enterro dela.

A delegada Cristina Santana também afirma que o motoboy possuí diversas passagens pela polícia e, que, inclusive tinha acabado de sair da prisão. Além disso, ele não mostrou arrependimento nenhum.

Homem foi preso em rodovia de Penápolis e confessou ter matado jovem — Foto: Arquivo Pessoal

Homem foi preso em rodovia de Penápolis e confessou ter matado jovem — Foto: Arquivo Pessoal

“Ele não mostra arrependimento, mas confessou o crime e disse tranquilamente tudo que aconteceu”, diz a delegada.

André Luís possuí passagens por tentativa de homicídio registrado na DDM em 2008, lesão corporal, furto qualificado e outros crimes. Em uma das condenações, André cumpriu pena no Cadeia Pública de Monte Aprazível (SP).