Sochi: um pedaço de Brasil no meio da Rússia

0
Luxo Seleção tem ala separada no hotel em Sochi, e quartos dos jogadores têm vista para o mar Negro

Cidade que hospeda Seleção Brasileira durante a Copa doMundoconta com clima mais quente em relação ao resto do país, e jogadores já aproveitam dia ensolarado na folga para curtir a praia

A Seleção Brasileira já está em solo russo para a disputa da Copa do Mundo. Após vencer a Áustria por 3 a 0 no último domingo, a equipe canarinho desembarcou em Sochi, onde ficará concentrada durante o Mundial da Rússia. Conhecidos por serem um povo não muito caloroso em suas relações pessoais, os russos receberam os jogadores brasileiros com festa em Sochi. Quando chegaram, os atletas experimentaram okorovai, pão típico da Rússia. Alguns deles, como Neymar e Marcelo, até se arriscaram a dançar no salão do hotel.

A cidade, que foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno em 2014, é marcada pelo seu clima mais quente em relação ao resto da Rússia e pelas praias, que os jogadores brasileiros já aproveitaram inclusive. De folga ontem, com sol e temperatura média de 24ºC, muitos deles foram para uma praia privativa do hotel em que a Seleção está concentrada para curtir o tempo livre e postaram fotos nas redes sociais.

Apesar de o time canarinho ter de viajar mais de 7 mil quilômetros- Cidade que hospeda Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo conta com clima mais quente em relação ao resto do país, e jogadores já aproveitam dia ensolarado na folga para curtir a praia tros para os jogos contra Suíça, Costa Rica e Sérvia na primeira fase, passando mais de 12 horas em voos, um dos principais motivos da escolha por Sochi foi a facilidade na logística do dia a dia. Em dezembro do ano passado, o técnico Tite e o coordenador Edu Gaspar estiveram no local e fizeram uma visita técnica para conhecer as instalações.

No início deste ano, uma comitiva da CBF voltou à cidade. A Seleção Brasileira irá treinar no antigo estadio Central de Sochi, que tem capacidade para pouco mais de 10 mil pessoas.Apesar de a maioria dos treinos serem fechados, havia uma preocupação em relação a um hotel próximo ao estádio, que tem visão para o campo de treino. Porém, como o prédio pertence ao Comitê Olímpico Russo, a CBF recebeu a garantia de que apenas pessoas autorizadas pelo comitê terão acesso ao hotel.

Familiares no hotel A ala do Swissôtel SochiKamelia, que recebe a Seleção, estava em ruínas há cerca de dez anos. Completamente reformado, o prédio, um dos três do hotel, foi reservado para a comitiva brasileira durante a Copa do Mundo. As outras duas alas seguirão recebendo hóspedes normalmente.

Os jogadores puderam sentir o assédio nessa segunda-feira de folga, quando visitaram a praia privativa do hotel e foram tietados por outros hóspedes. Uma curiosidade é que parte das pessoas que irão ficar no local são parentes e amigos dos próprios atletas.

A CBF reservou parte do hotel e criou áreas de convivência, incluindo uma sala de brinquedos para crianças, mas os jogadores só poderão se encontrar com seus convidados quando estiverem de folga durante a Copa.

Hoje, os comandados de Tite fazem seu primeiro treino em solo russo. A atividade será aberta para a torcida local. O Brasil estreia na Copa do Mundo no próximo domingo, dia 17, contra a Suíça, em Rostov.