Servidores municipais de Bauru entram em greve e pedem reajuste salarial

0
Servidores municipais de Bauru entram em greve nesta terça-feira — Foto: TV TEM/Reprodução

Prefeitura já enviou proposta e aguarda posição do Sindicato dos Servidores Públicos de Bauru e Região.

Os servidores municipais de Bauru (SP) entraram em greve, nesta terça-feira (26), para reivindicar reposição salarial. Segundo balanço da prefeitura, 340 servidores aderiram ao movimento. (Confira abaixo dados da greve, segundo a prefeitura)

No primeiro dia de paralisação das atividades, os trabalhadores reuniram-se em frente ao prédio do Sindicato dos Servidores públicos de Bauru e Região para apoiar o movimento.

Dentre as reivindicações, estão o reajuste de 7,54%, referente a reposição da inflação, e mais aumento real de 7,5%. Além disso, pedem o aumento de R$ 129 no vale alimentação e R$ 120 no abono salarial.

Segundo a Prefeitura de Bauru, os reajustes solicitados não cabem no orçamento público, uma vez que isso geraria um custo de mais de R$ 90 milhões no gasto anual do município.

A prefeitura oferece o aumento de 2% no salário para todas as categorias de servidores públicos e R$ 17 no vale-compras, além do acréscimo de R$ 14 no abono.

Na Emdurb, a coleta de lixo já está sendo prejudicada, já que apenas 30% do serviço de coleta de lixo deve ser mantido na cidade.

Os servidores em greve caminharam por vários pontos da cidade e realizaram um ato de protesto em frente a sede da Emdurb. Depois, seguiram a passeata pelas ruas.

Servidores municipais de Bauru entram em greve nesta terça-feira — Foto: TV TEM/Reprodução
Servidores municipais de Bauru entram em greve nesta terça-feira — Foto: TV TEM/Reprodução

Balanço do primeiro dia de greve em Bauru

De acordo com a Prefeitura de Bauru, até o momento, 340 servidores ligados à administração municipal aderiram à greve neste primeiro dia. Confira abaixo a relação de servidores que aderiram à greve por setores da administração pública municipal.

  • Administração: sem adesão
  • Administrações Regionais: sem adesão
  • Agricultura e Abastecimento: sem adesão
  • Bem-Estar Social: 11 servidores
  • Cultura: 1 servidor
  • DAE: 30 servidores
  • Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda: sem adesão
  • Educação: 175 servidores
  • Emdurb: 76 servidores
  • Esportes e Lazer: sem adesão
  • Finanças: 3 servidores
  • Funprev: sem adesão
  • Gabinete: sem adesão
  • Meio Ambiente: 2 servidores
  • Negócios Jurídicos: sem adesão
  • Obras: 9 servidores
  • Planejamento: sem adesão
  • Saúde: 33 servidores da rede de atenção básica da saúde

A Secretaria de Educação informa que nenhuma escola de ensino fundamental da rede municipal teve o funcionamento afetado pela greve até o momento. Já no ensino infantil, houve paralisação parcial das atividades em 19 das 65 unidades.

A Secretaria de Saúde também comunica que as unidades da rede municipal de urgência e emergência não tiveram serviços de atendimento prejudicados.

Emdurb

Até as 12h desta segunda-feira (26), 76 funcionários da Emdurb aderiram à greve. São 40 servidores da coleta de lixo orgânico, 20 da capinação, 12 agentes de trânsito e quatro funcionários dos cemitérios.

Serão mantidos apenas 30% dos setores de coleta. Assim, nesta terça-feira (27), os bairros que terão o serviço de coleta orgânica são: São Geraldo, Jardim Godoy, Parque Santa Cecília, Núcleo Octávio Rasi, José Regino, Edmundo Coube, Vila Tecnológica, Jardim das Orquídeas, Parque Bauru, Santa Edwirges, Jaraguá, Vila São Manuel, Vila Quaggio, Vila São Francisco, Jardim Jandira, Vila Santista, Jardim Solange, Jardim Eldorado, Jardim Andorfato e Vila Filomena.