Servidor público é exonerado por cobrar viagens de ambulâncias que não foram feitas

0

G1 Araçatuba

Um servidor público de Araçatuba (SP) foi exonerado nesta quinta-feira (14) acusado de ter participado de um esquema de fraudes de viagens de ambulâncias pertencentes à Secretaria da Saúde do município.

Segundo a Prefeitura de Araçatuba, a investigação da corregedoria apontou que ele e outros três motoristas cobravam diárias de viagens que na verdade nunca foram feitas.

A apuração também apontou um prejuízo de R$ 35,9 mil aos cofres públicos.

Investigação

A investigação foi instaurada pela corregedoria do município em 2017 para apurar irregularidades nas viagens realizadas em janeiro do ano passado com destino para vários lugares.

Dos investigados, dois já foram demitidos e um pediu exoneração antes da conclusão do procedimento. O quarto ainda responde ao processo, que está em fase final.

Ainda de acordo com a prefeitura, na esfera criminal os eventuais crimes estão em fase de apuração pelo Ministério Público (MP).