Sasha repete bom semestre de 2018 no Santos, mas tenta mudar roteiro da segunda metade do ano

0
Eduardo Sasha terminou o primeiro semestre como titular do Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Com menos jogos, atacante tem média de gols superior ao primeiro semestre do ano passado

Eduardo Sasha, do Santos, chegou à pausa para a Copa América como artilheiro do Campeonato Brasileiro, ao lado de Gabigol, do Flamengo, e Everaldo, da Chapecoense, todos com cinco gols. O atacante de 27 anos desbancou Uribe, contratado do Flamengo com status de titular, e terminou o primeiro semestre em alta sob o comando do técnico Jorge Sampaoli.

A história é semelhante com a da temporada passada, quando Sasha chegou ao Santos por empréstimo do Internacional e não demorou para se tornar xodó da torcida. Com as boas atuações, ele teve os direitos comprados pelo Peixe envolvido numa troca com o lateral-direito Zeca.

A média de gols de Sasha nesta temporada é maior em relação à passada. Em 2018, porém, o atacante fez mais partidas, já que virou titular logo no início do ano. Com Sampaoli, o gaúcho iniciou o ano encostado e encontrou seu espaço aos poucos.

Sasha no primeiro semestre de 2018

  • 30 jogos (25 como titular)
  • 6 gols marcados (média de um gol a cada cinco jogos)

Sasha no primeiro semestre de 2019

  • 20 jogos (12 como titular)
  • 5 gols marcados (média de um gol a cada quatro jogos)

Sasha, agora, busca não repetir o roteiro do ano passado. Isso porque após a Copa do Mundo da Rússia, o atacante começou a perder cada vez mais o espaço no time – uma das razões por ter iniciado a atual temporada fora dos planos de Sampaoli.

Em 2018, Sasha marcou apenas um gol em 16 partidas (foi titular em nove) no segundo semestre.

Na atual temporada, o atacante começa a entrar na briga pela artilharia do Santos na temporada. Ele aparece na quarta posição, atrás de Jean Mota (dez), Carlos Sánchez (nove) e Derlis González (sete).

Neste domingo, às 10h (de Brasília), o Santos tem o primeiro teste da intertemporada: enfrenta o São Bento em um jogo treino na Vila Belmiro, com portões fechados à imprensa e ao público. A tendência é que Sasha seja titular.

O primeiro compromisso oficial após a Copa América será no dia 13 de julho, quando o Peixe visita o Bahia, pela 10ª rodada do Brasileirão. O Santos é o vice-líder da competição, com 20 pontos, cinco a menos que o Palmeiras.

– É sempre bom estar fazendo gols. Porém, o mais importante é a equipe conseguir os três pontos. Independentemente de quem marcar, o que vale no final é a vitória. Passo a passo nós vamos lutando para ir em busca de tirar essa diferença de pontos, pois queremos chegar na liderança – afirmou Sasha, em entrevista ao site do Santos.