Sargento é detida no trabalho por uso de símbolo do Capitão América

0
Primeira Sargento foi detida na Ciops (Foto: Divulgação/Marcus Renan)

Defesa diz que não foi feito procedimento e militar voltou ao trabalho.
Ela foi conduzida para a sede da PF; símbolo é usado por candidato.

Uma primeira sargento foi detida na manhã deste domingo (2) pelo promotor Marcus Renan Palácio, que faz plantão na Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), em Fortaleza.

Conforme o promotor, a militar estava vestida com uma roupa que estampa o símbolo do Capitão América, “que faz referência a um candidato a prefeito de Fortaleza”, disse.

A sargento foi encaminhada para à sede da Polícia Federal (PF), onde, segundo o promotor, foi lavrado o flagrante e a camisa foi recolhida.

No entanto, a advogada da Associação dos Profissionais de Segurança Pública, Natália Moura, disse que não foi feito nenhum procedimento, o delegado da PF desconhecia proibição de usar camisa. Ainda segundo a advogada, a policial foi liberada e já voltou para suas funções.

Proibição
O promotor disseq ue deteve a sargento porque ela violou os artigos 37 e 39, parágrafo 5º, inciso III, da Lei n. 9.504/97 (Lei das Eleições) e também uma decisão judicial. O juiz José Krentel, da 116º Zona Eleitoral, havia, no último sábado (1º), proibido, por meio de uma decisão liminar, a pedido do Ministério Público Eleitoral, que a coligação “Justos somos mais” confeccione, divulgue e distribua camisas “atinentes a marca ou escudo do Capitão América ou produtos similares”. A coligação tem Capitão Wagner como candiadato a prefeito de Fortaleza.

DEIXE UMA RESPOSTA