Rio Preto tem meta de vacinar 90% da população estimada contra a gripe

0
(Foto: Reprodução/TV Diário)

Campanha de Vacinação contra a Gripe começa nesta segunda-feira (17) em todo o país e vai até o dia 26 de maio.

Campanha de Vacinação contra a Gripe começou nesta segunda-feira (17) em todo o país e a meta de São José do Rio Preto (SP) é vacinar 90% da população estimada, de crianças menores de 5 anos, gestantes, idosos, puérperas e trabalhadores da saúde. A vacinação contra o vírus Influenza, causador da gripe, vai até o dia 26 de maio, gratuitamente, nos postos de saúde da cidade.

O primeiro grupo a ser vacinado é composto por idosos a partir dos 60 anos e trabalhadores dos serviços públicos e privados de saúde. A novidade é que a partir deste ano, professores da rede pública e privada também passam a ser vacinados. O Ministério da Saúde não divulgou uma população estimada de professores no município. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estão fazendo contato com as escolas para estimativa do número de profissionais e, com pouco mais de 180 escolas consultadas, a precisão é de seis mil profissionais.

A próxima etapa ocorre a partir do dia 24 de abril para crianças a partir dos seis meses e menores de cinco anos, gestantes e puérperas e população indígena. No dia 2 de maio a vacinação se estende para pacientes com comorbidades e doenças crônicas. A partir do dia 8 de maio será a vez de professores da rede pública e privada de ensino. No total, a meta é imunizar cerca de 10 milhões de paulistas, o que corresponde a 80% das 12,6 milhões de pessoas que formam o público-alvo da campanha.

A Secretaria Estadual de Saúde ressalta que é importante ressaltar que nada impede que o paciente de um grupo que teve a etapa de vacinação iniciada, por exemplo no dia 17, tome a vacina nas semanas seguintes em que os novos grupos passaram a recebê-la. As doses estarão disponíveis nos postos de vacinação normalmente, desde que respeitada a data de início para cada grupo. As contraindicações ficam àqueles que têm alergia grave a ovo e reação anafilática em dose anterior ou a algum componente da vacina.

Campanha de vacinação contra gripe lotou postos de saúde (Foto: Reprodução/TV TEM)
Campanha de vacinação contra gripe lotou postos de saúde (Foto: Reprodução/TV TEM)

Neste ano o “Dia D” da campanha de vacinação contra a gripe, dia de mobilização nacional, está marcado para o dia 13 maio. Em todo o Estado a população contará com mais de 4 mil postos de vacinação, que irão funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a vacinação contra o Influenza é fundamental para evitar complicações decorrentes da gripe e doenças graves, como pneumonia. Segundo a diretora de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde, a vacina não tem capacidade alguma de provocar gripe em quem tomar a dose, já que é composta apenas de partículas do vírus que são incapazes de causar qualquer infecção.

Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, as doses irão proteger a população contra os vírus do inverno de 2017, A/Hong Kong (H3N2) e B/Brisbane.

Conforme preconiza o Ministério da Saúde, somente casos de gripe grave, caracterizados como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), independentemente do tipo, são de notificação obrigatória no Brasil. Neste ano, até o mês de março, foram notificados 121 casos de SRAG no Estado de São Paulo atribuíveis ao vírus Influenza, deste total, 59 relacionados ao A (H3N2) e um total de 14 óbitos, sendo 7 relacionados a H3N2.

Para o grupo de população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e portadores de comorbidades o Ministério da Saúde não tem uma população estimada e recomenda que os municípios vacinem o mesmo número de pessoas vacinadas na campanha de 2016.

 TAGS: KLEBER MOREIRA DIRETOR, JORNAL BOM DIA