Professores fazem ato e bloqueiam vias, contra Governo de SP

0

Ato convocado pela Apeoesp visa debater aumento salarial e outras pautas.
Concentração foi marcada em frente à Secretaria da Educação.

 

Professores e outros servidores faziam nesta sexta-feira (26) um ato na região central de São Paulo. Ele foi convocado pelo Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) para debater questões como aumento salarial e melhores negociações de pautas profissionais da classe. Segundo a Polícia Militar, o ato seguia pacífico.

A manifestação foi marcada com concentração para as 15h, em frente ao prédio da Secretaria da Educação, na Praça da República. Entretanto, por volta das 14h50, a PM já tinha registro de manifestantes na região.

Às 16h50, um grupo que tinha ocupado previamente o Viaduto do Chá se uniu à manifestação. O ato começou a se movimentar e, às 17h, já ocupava ambos os sentidos da Rua da Consolação, na altura da Rua Maria Antônia.

Ele seguiu pela via até a Avenida paulista. Às 19h30, o grupo ocupava totalmente o sentido Paraíso da Avenida Paulista, na altura da Rua Augusta.

rofessores da rede estadual de educação participam de assembleia do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo, em frente à Secretária Estadual da Educação, na Praça da República, região central de São Paulo  (Foto: Cris Faga/Fox Press Photo/Estadão Conteúdo)
Professores da rede estadual de educação participam de assembleia do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo, em frente à Secretária Estadual da Educação, na Praça da República, região central de São Paulo (Foto: Cris Faga/Fox Press Photo/Estadão Conteúdo)

No texto de descrição da manifestação, a organização afirmou ainda que, durante o ato, seus integrantes “devem se posicionar contrários aos ataques à Educação Pública que tramitam no Congresso Nacional, como o projeto denominado ‘escola sem partido'”.

DEIXE UMA RESPOSTA