Procon de Rio Preto orienta consumidores a procurar sites confiáveis para evitar golpes

0
Procon - Jornal bom dia
Procon orienta a procurar sites seguros e não clicar em qualquer coisa — Foto: Reprodução/TV TEM

A Black Friday está chegando, será na sexta-feira (23), e as propagandas já estão por toda parte. Mas o consumidor precisa ficar de olho nos golpes e não é só nos preços. O Procon de São José do Rio Preto (SP) orienta sobre os sites confiáveis.

Na tentativa de fazer um bom negócio na internet, conseguir um bom desconto, muita gente acaba clicando num link falso e caindo numa fria.

“São infelizmente fontes de vírus para computador ou para celular que roubam os dados dos consumidores, prejudicando a pessoa, o comércio, prejudica todo mundo”, afirma o diretor do Procon de Rio Preto, Arnaldo Vieira.

O Procon São Paulo divulgou uma lista com 419 sites que devem ser evitados pelo consumidor nessa Black Friday. A polícia vem trabalhando para retirá-los do ar, mas muitos ainda continuam funcionando.

Fique de olho em algumas dicas importantes para evitar golpes.

  • Verifique a conexão de segurança: Ao entrar em uma loja virtual, verifique a barra de endereço. Se ela começar com https e possuir um símbolo de cadeado em uma das extremidades, significa que todos os dados que você inserir na página ficarão armazenados em um ambiente seguro.
  • Confira os dados da loja: antes fazer qualquer compra é fundamental verificar os dados da loja. Navegue pela página para encontrar informações como endereço físico, CNPJ, número de telefone. Por via das dúvidas, ligue para a loja para saber se ela existe, de fato, e peça os dados do cadastro dela.
  • Pesquise pela reputação da empresa: Mais do que saber a existência da loja, é fundamental que você faça uma pesquisa para saber a reputação dela. Nesse sentido, conte com a ajuda do Procon e outros sites de avaliação de vendas.
  • Tenha um antivírus instalado em seus aparelhos: Não importa se for comprar pelo computador, tablet ou smartphone. Seja qual for o meio, é fundamental que ele possua um programa de antivírus instalado na hora de você comprar algum produto pela internet.