Prefeitura de Marília recua sobre valor de Zona Azul e publica novo edital

0
As mudanças da Zona Azul serão até mesmo no horário da obrigatoriedade

A Prefeitura de Marília publicou novo edital sobre as alterações na Zona Azul da cidade. No sábado a publicação oficial informava que o valor iria ser de R$ 2,50 por hora, sendo possível ficar até duas horas com o carro estacionado. Porém a repercussão negativa fez a prefeitura recuar e alterou o valor para R$ 1,50 a hora (como já estava sendo praticado pela Legião Mirim, que detinha a venda anterior das cartelas) e R$ 3,00 por duas horas, valor superior aos que era pagos de R$ 2,50.

Outras alterações anunciadas foram mantidas, como a ampliação das áreas de estacionamento rotativo, ao todo serão 3 mil vagas de estacionamento rotativo, estendendo por exemplo para a área do Fórum.

Também continua a alteração do horário de uso das cartelas, que foi estendido nos dias de semana para às 18 horas e aos sábados até o horário de funcionamento do comércio.

O anúncio não agradou a população, vários munícipes publicaram a indignação em páginas da rede social.

A gestão do estacionamento rotativo será feito por meio de concessão para empresa privada pelo período de dez anos. O sistema deverá ser digital, mas os detalhes constarão em edital a ser publicado.

O projeto de lei aprovado recentemente pela Câmara prevê multa de 10 vezes o valor da hora de estacionamento caso o veículo seja flagrado em situação irregular. O dispositivo é chamado de “advertência de irregularidade”.

Caso o valor não seja apresentado em 72 horas, será considerada infração de trânsito por estacionamento irregular. O tempo de tolerância seria de 15 minutos, já que o objetivo principal é estimular a rotatividade e impedir que automóveis fiquem muitas horas na mesma vaga.

A legislação prevê isenção de pagamento para veículos oficiais, transporte público, carga e descarga nos devidos locais, táxis e moto-táxis, emergências e utilidade pública, idosos e deficientes físicos. Motos devem pagar.