Prefeito que estava foragido toma posse e é preso logo após cerimônia em Ilha Solteira

0
Edson Gomes dentro da viatura da polícia para ser levado para a delegacia (Foto: Douglas Cossi/Ilha de Notícias)

Edson Gomes (PP) tinha um mandado de prisão contra ele e estava foragido desde novembro. Mesmo preso, ele continua como chefe do Executivo.

O Prefeito eleito de Ilha Solteira (SP), Edson Gomes (PP), foi preso na manhã desta terça-feira (28), logo depois de tomar posse. Gomes apareceu na cidade pela manhã e foi para a Câmara de Vereadores, mas, como estava foragido da polícia, já que tinha um mandado de prisão expedido contra ele, acabou sendo preso logo depois. Gomes é acusado de fraudar licitações para realização de eventos. Durante sua ausência quem comandou a cidade foi o presidente da Câmara.

Segundo o delegado Miguel Ângelo Micas, os advogados de Edson Gomes sugeriram um acordo para que ele se entregasse se pudesse tomar posse. “O advogado nos procurou, a Polícia Civil, e propôs que se entregasse, espontaneamente, desde que pudesse tomar posse. Como foi verificada a legalidade dele tomar posse, então foi aceito e o advogado entregou aos policiais”, afirma o delegado.

O prefeito foi levado da Câmara para a carceragem da delegacia de Ilha Solteira, logo após uma rápida cerimônia de posse. Edson Gomes, em entrevista para a TV TEM, disse que não estava em Ilha Solteira neste tempo e nega qualquer irregularidade.

“Não praticamos atos ilícitos nenhum na administração anterior. Tenho processos criminais na comarca de Ilha Solteira, mas com o tempo no Tribunal de Justiça, de São Paulo, acredito na Justiça, vamos recorrer para Brasília. Estamos confiantes no resultado, os advogados estão trabalhando, estamos confiantes”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA