Prefeito de Olímpia apresenta real situação financeira do município

0
Prefeito Fernando Cunha de Olímpia

O Prefeito Fernando Cunha concedeu, na tarde desta quinta-feira, 05, uma entrevista coletiva para imprensa local a fim de prestar contas sobre a real situação financeira da nova administração da Estância Turística de Olímpia.

 

Segundo ele, era necessário explicar à população, que apenas R$ 1.659.799,69 está disponível no caixa da prefeitura para novos investimentos, dos R$ 16.187.908,87 apresentados no Termo de Verificação de Saldo em Caixa, recebido na cerimônia de transmissão de cargos, no dia 1° de janeiro. Há ainda uma quantia de R$ 1.248.895,75, proveniente de alienações de bens, que deve ser utilizada para investimentos específicos ou pagamento de precatórios.

De acordo com o Termo de Verificação, R$ 9.851.313,63 eram provenientes de contas movimento e R$ 6.336.595,14 de contas vinculadas a convênios. No entanto, após análise dos relatórios de disponibilidade financeira, verificou-se que, do montante de recursos próprios, R$ 3.569.433,91 estão comprometidos para pagamento de dívidas de 2016, que ainda não foram quitadas. Outros R$ 710.043,49 são despesas obrigatórias, destinadas a programas da terceira idade, crianças (CMDCA) e também ao Corpo de Bombeiros. Além disso, R$ 516.941,941 estão reservados para custeio de cauções e o restante de R$ 2.146.199,53 são recursos provisionados para precatórios judiciais.

Durante a coletiva, o prefeito ressaltou que esses são valores encontrados no início da gestão, sem contar os recursos próprios da instituição que passam a entrar em caixa, a partir deste mês, mas a prioridade é economizar.

“Como eu tinha observado na transição, a situação de Olímpia não é catastrófica, é uma situação difícil como no Brasil inteiro. Mas, as contas estão sendo pagas e tem um saldo positivo que dá para ir tocando no dia a dia. Temos obrigação de trabalhar para a redução de custos para poder ter recursos e fazer o que está faltando. Nossa meta é economizar R$ 10 milhões por ano, seja nos contratos, redução de cargos e secretarias e readequação de despesas. Isso que eu quero buscar”, enfatizou o prefeito Fernando Cunha.

DAEMO E PRODEM

Diagnósticos a respeito da situação financeira, foram também solicitados às instituições parceiras da prefeitura, em que se identificou que a empresa de economia mista Prodem (Progresso e Desenvolvimento Municipal) apresenta saldo negativo, devido ao que resta a pagar, totalizando R$ 1.211.318,26 em dívidas tributárias, a sua maioria por causas trabalhistas. Por outro lado, a autarquia Daemo Ambiental, Superintendência de Água, Esgoto e Meio Ambiente do município, tem disponível em conta R$ 2.401.684,28, montante que serve de reserva operacional de segurança.

fernando-cunha-imprensa
Prefeito Fernando Cunha em coletiva a imprensa local

DEIXE UMA RESPOSTA