Poste continua no meio da rua 10 dias após acidente com morte de motociclista em Ipiguá

0
Poste foi fixado na rua e o motociclista acabou batendo nele — Foto: Reprodução/TV TEM

O poste em que um agricultor bateu a motocicleta que pilotava e morreu continua no meio da Rua Barão Limeiro, no bairro São Francisco, em Ipiguá (SP), dez dias depois do acidente. A equipe da TV TEM foi nesta terça-feira (19) no local e constatou que o poste ainda não foi retirado.

O agricultor Tiago Henrique da Silva, de 30 anos, morreu ao bater a moto que pilotava no poste, na noite de 10 de fevereiro. Ele foi socorrido e levado a um posto de saúde, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a prefeitura, na quinta-feira (14) foi protocolado um ofício solicitando à cooperativa de energia elétrica ajuda para a retirada do poste do local, já que a empresa possui caminhão próprio para o serviço.

De acordo com a prefeitura, a empresa se prontificou a retirar, desde que a proprietária dos postes autorizasse.
Já a empresa PHU Planejamento Habitacional Urbano, que é a loteadora do bairro, disse que o poste corresponde à empresa de telefonia Vivo. Afirmou que a empresa foi notificada para a remoção de cabos e postes do local, mas apenas os cabos foram retirados.

A prefeitura solicitou então que a proprietária, a Vivo forneça a referida autorização para que tal fato ocorra. A TV TEM questionou a Vivo sobre a remoção do poste, mas a empresa disse apenas que lamenta o ocorrido e que apura o caso.

Segundo a Polícia Civil, o poste está a 1,83 metro do meio fio do canteiro, onde deveria estar fixado. No local também não há sinalização de solo. No entanto, após o acidente o poste foi sinalizado com faixas.

 

Por: G1 Rio Preto/Araçatuba