Possibilidade de greve no Detran ganha força

0

Sindicato vai marcar assembleia para discutir paralisação

Se não bastassem os problemas externos com criticas dos motoristas que – por falta de empresas credenciadas em suas cidades de origem – são obrigados a viajar para outros municípios para colocar a nova placa Mercosul nos veículos e ainda tem que pagar preços abusivos, o Detran – SP também está com problemas internos. O Sindicaesp, sindicato que representa os funcionários do órgão, vai marcar uma assembleia até o próximo mês para decidir sobre a possibilidade de greve.

Segundo o secretário geral do Sindicato, Amilton Neto, as motivações são a baixa remuneração, a defasagem no valor do vale – refeição que é de 23 reais – quase a metade do que é pago em outros setores da administração estadual – e o grave desvio de função”. De acordo com a denúncia do sindicalista, “ o Detran – SP está escalando oficiais administrativos para desempenhar a função de agentes estaduais para pagar salário menor. O administrativo ganha a metade do agente. Isso significa submeter profissionais a um serviço para o qual ele não foi contratado, e nem qualificado além de ser um desrespeito a categoria”.

´
De acordo com Neto, a justificativa do órgão para congelar os salários e não reajustar os benefícios que os funcionários tem direito, é a falta de recurso, mas ele não concorda com esse argumento. “O Detran-SP é um dos órgãos governamentais com maior arrecadação no País. Fatura mais de 4 bilhões por ano. Então não é falta de recurso, é falta de vontade. A gente não vê esforço para valorizar os funcionários que ao longo dos anos sempre garantiram ao órgão índice de satisfação superior a 90%.”.

Todas essas questões serão discutidas na assembleia que será convocada para decidir a possibilidade de greve. “ Vamos definir a data da assembleia nos próximos dias e convocar a categoria. Posso afirmar que a paralisação é uma possibilidade real. Cansamos de tanto descaso” afirma o sindicalista.