Política atrasa acerto do Santos com novo técnico; veja nomes cogitados

0
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Peixe demitiu Jair na última segunda. Até esta quinta, não conseguiu acertar com ninguém

O Santos demitiu o técnico Jair Ventura na última segunda-feira. O presidente José Carlos Peres e do executivo de futebol Ricardo Gomes falam publicamente que têm pressa para acertar com um novo treinador, mas até esta quinta o Peixe segue com comando indefinido para o restante da temporada.

Na última quarta, Peres disse ao GloboEsporte.com que a escolha do novo comandante não será política e que Ricardo Gomes tem autonomia para definir um nome. Apesar disso, as opiniões de dirigentes têm influência nos bastidores, sim.

E, no Santos, as opiniões de dirigentes divergem bastante. Peres mantém relação apenas burocrática com o vice, Orlando Rollo – a dupla rachou recentemente. Cada um comanda uma ala diferente na adminstração, e elas geralmente não se entendem.

As opções são três. Abaixo, o GloboEsporte.com destrincha os possíveis candidatos e mostra o status de cada opção cogitada pelo Peixe, que são três:

Zé Ricardo

O ex-vascaíno é o preferido de Peres e Ricardo Gomes. O executivo, inclusive, já se reuniu com a advogada do treinador, Joana Prado, para negociar. O carioca sinalizou positivamente à procura do Santos, se mostrou disposto a aceitar comandar o Peixe se receber proposta oficial e tem o desejo de voltar a trabalhar – ele pediu demissão do Vasco no início de junho.

O vice-presidente do Santos, Orlando Rollo, se mostrou contrário à chegada de Zé Ricardo em entrevista ao GloboEsporte.com. O dirigente afirmou que o “momento não é para apostas” e, se fosse para apostar, “preferia Sérgio Guedes e Paulinho McLaren”, técnicos que têm identificação com o Santos.

Além de Rollo, outros membros da diretoria são contra a chegada de Zé Ricardo por conta da “falta de experiência”. A preferência dessa ala é por um nome mais rodado, o famoso medalhão.

Zé Ricardo é o plano A de Peres e Gomes, que sofrem pressão interna por medalhão (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)
Zé Ricardo é o plano A de Peres e Gomes, que sofrem pressão interna por medalhão (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

Dorival Júnior

O Santos não entrou em contato direto com o treinador, mas conversou com o empresário de Dorival. A intenção é de que haja uma reunião em breve para negociar.

Apesar de ter duas passagens pelo Peixe – a última chegou ao fim em junho do ano passado –, o nome do técnico não é tão rejeitado internamente como o de Zé Ricardo.

GloboEsporte.com apurou que Dorival é uma espécie de consenso no o racha político vivido pelo Santos. Ambos os lados o consideram bom treinador e não se demonstram contrários a um possível retorno.

O que pesa contra Dorival é que o comandante processa o clube na Justiça do Trabalho, onde cobra salários atrasados e o não pagamento de sua multa rescisória no ano passado.

Dorival comandou o São Paulo até o início deste ano (Foto: Marcos Ribolli)
Dorival comandou o São Paulo até o início deste ano (Foto: Marcos Ribolli)

Vanderlei Luxemburgo

O treinador de 66 anos não é descartado na Vila Belmiro, embora as possibilidades de um desfecho positivo sejam menores do que com Zé Ricardo ou Dorival.

Há uma parte da diretoria, que tem muita influência internamente, que defende a contratação de Luxemburgo. O veterano corre por fora na disputa pelo comando do Peixe.

Em entrevista ao Jornal “A Tribuna”, Luxa revelou que não foi procurado pelo Santos. O técnico está desempregado desde outubro do ano passado, quando foi demitido do Sport.

Luxemburgo tem força internamente no Santos, mas garante que não foi procurado (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)
Luxemburgo tem força internamente no Santos, mas garante que não foi procurado (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)

Enquanto o Santos não acerta com um técnico, o auxiliar Serginho Chulapa segue no comando da equipe interinamente.