Policial e mulher sofrem queimaduras ao tentar acender fogão durante churrasco

0
Cabo e mulher foram levados para o hospital Padre Albino, em Catanduva (Foto: Reprodução/TV TEM)

Vítimas foram socorridas para o hospital Padre Albino, em Catanduva (SP). PM trabalha em Araraquara.

Um cabo da Polícia Militar e uma mulher sofreram queimaduras graves durante um churrasco neste domingo (11) na prainha do Pongaí, em Novo Horizonte (SP).

As vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital Padre Albino, em Catanduva, onde permanecem internadas. As famílias não autorizaram a divulgação do estado de saúde dos pacientes.

De acordo com a polícia de Novo Horizonte, o cabo, de 45 anos, estava com a família e amigos em uma área de lazer na prainha e, ao tentar acender uma espécie de fogão com álcool, houve uma explosão que atingiu o PM e a mulher, de 38 anos.

O cabo trabalha no batalhão de Araraquara e mora na cidade de Matão.

As vítimas foram levadas para o pronto-atendimento de Novo Horizonte, no entanto, devido à gravidade dos ferimentos, foram transferidos para o Hospital Padre Albino.

Veja mais notícias da região em Grupo Bom Dia

Prainha de Pongaí, em Novo Horizonte (Foto: Reprodução/Google)
Prainha de Pongaí, em Novo Horizonte (Foto: Reprodução/Google)