Polícia investiga morte de dois homens achados em canavial

0
Guarda Civil Municipal achou dois corpos jogados em canavial de Rio Preto (Foto: Reprodução/TV TEM)

Local onde estavam os corpos, em São José do Rio Preto, é conhecido como descarte de motos e carros furtados, segundo a Guarda Civil Municipal.

A Polícia Civil de São José do Rio Preto (SP) investiga se há ligação entre a morte de dois homens, que tiveram os corpos encontrados jogados em um canavial no bairro Bela Vista, na manhã deste sábado (27), pela Guarda Civil Municipal (GCM).

De acordo com o assessor da GCM, Roger Assis, o local é conhecido para o descarte de motos e carros furtados. “Um corpo estava no meio da estrada e o outro no meio do canavial. Os dois corpos estavam, aparentemente, com ferimentos a tiros e a facadas”, diz.

A distância entre um corpo e outro era de aproximadamente 30 metros. Umas das vítimas foi identificada por estar com documentos; era João Evangelista Ribeiro, de 47 anos. Ele era morador de rua.

Voluntários de uma pastoral, que ajuda a moradores de rua em Rio Preto, estiveram na delegacia para ajudar na identificação do outro corpo. Eles disseram que viram Ribeiro pela última vez no sábado (20). Segundo a voluntária Maria Aparecida Paula, João Evangelista Ribeiro fazia bicos, sempre procurava trabalho e, às vezes, vendia recicláveis e frutas.

O outro corpo também é de um morador de rua, mas a polícia ainda não o identificou.

O delegado de plantão, Jairo Garcia Pereira, não soube dizer o que realmente aconteceu, mas acredita que as duas mortes possam estar relacionadas. “Vamos aguardar o laudo do Instituto Médico Legal (IML), que vai determinar a causa da morte. A proximidade dos corpos sugere que haja algum tipo de relação, mas é só uma sugestão que vai ser levada em conta pela investigação”, explica.