Polícia conclui inquérito da morte de menino que passou mal em creche

0
Local onde a criança estava brincando na escola (Foto: Reprodução/TV TEM)

Causa da morte foi uma pneumonia desenvolvida a partir da picada de escorpião, segundo laudo da polícia de Araçatuba (SP).

A Polícia Civil de Araçatuba (SP) concluiu o inquérito que apurava a morte do menino de 2 anos, que passou mal enquanto brincava em uma caixa de areia de uma creche da cidade, em setembro de 2017.

De acordo com a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), a causa da morte foi uma pneumonia e a doença foi desenvolvida a partir da picada de escorpião.

A investigação foi concluída com o auxílio de laudos e depoimentos de médicos que atenderam o menino Samuel de França Souza. Os profissionais afirmaram para a polícia que é possível uma criança morrer por pneumonia provocada por picada do inseto.

Segundo a polícia, nenhuma pessoa foi indiciada. A delegada que concluiu o inquérito informou que não ficou constatada, durante a apuração, nenhum tipo de negligência na esfera criminal por parte da escola.

A prefeitura informou que foi instaurada uma sindicância e que o procedimento está em fase final e, em seguida, o município vai adotar medidas cabíveis.

Entenda o caso

A criança chegou bem à escola que frequentava, a Maria Helena de Freitas Carli, no bairro Vista Verde, segundo a prefeitura.

O menino, que era matriculado no berçário II, estava na caixa de areia quando chamou a atenção dos educadores apresentando uma das mãos, que tinha uma pequena vermelhidão. Na época, uma vistoria foi feita no prédio e nenhum escorpião foi encontrado.

Em seguida, a criança teve vômito e ficou internada na Santa Casa de Araçatuba, onde morreu.

Samuel morreu depois de passar mal em Araçatuba (Foto: Reprodução/TV TEM)
Samuel morreu depois de passar mal em Araçatuba (Foto: Reprodução/TV TEM)

Veja mais notícias da região no Grupo Bom Dia