Polícia apura denúncia contra assistente social suspeita de desviar dinheiro de menor com deficiência

0
Suspeita é que assistente social desviou R$ 25 mil de adolescente em Santa Fé do Sul (SP) (Foto: Reprodução/TV TEM)

Mulher trabalhava em abrigo de Santa Fé do Sul (SP) e era designada a cuidar de quantia até que adolescente completasse 18 anos.

Uma assistente social da prefeitura de Santa Fé do Sul (SP) está sendo investigada suspeita de desviar dinheiro da conta de um adolescente de 13 anos que é diagnosticado com deficiência mental.

O garoto frequenta um abrigo há cinco anos e recebe um salário mínimo por mês do INSS. A mulher trabalhava no local e era a tutora designada pela prefeitura para cuidar da quantia até que ele completasse 18 anos.

TV TEM entrou em contato com a assistente social, mas não obteve retorno.

A sindicância foi aberta no começo de abril, depois que a Secretaria de Ação Social recebeu uma denúncia de que a assistente teria desviado aproximadamente R$ 25 mil da conta do garoto. No entanto, segundo o procurador jurídico do município, a mulher continua responsável pelo dinheiro do menor.

“Para retirar o tutor da criança é necessário um processo judicial que ainda não foi finalizado. Por enquanto ela continua na administração do dinheiro até que a Justiça determine uma nova pessoa”, explica o procurador jurídico Barcelos Antônio Silveira.

O promotor titular de Santa Fé do Sul pediu instauração de um inquérito na Polícia Civil. “Ela pode ser condenada se houver uma prova a uma pena de 2 a 12 anos, multa e também a perda da função por um efeito da condenação”, afirma o promotor André de Freitas Paolinetti Losasso

A assistente social foi notificada sobre a denúncia e ela deve ser ouvida nos próximos dias.

Segundo a promotoria, o adolescente foi retirado da tutela dos pais porque eles não têm condições de criá-lo.

O delegado também afirmou que já foi pedido à assistente social que entregue os extratos da movimentação bancária da conta do menor.