Polícia apreende arsenal de caça e homem é multado em R$ 5 mil em Bauru

0
Policia - Jornal bom dia
Ação da Polícia Ambiental apreendeu armas e vários tipos de armadilhas para caça — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Além de armas, munição e armadilhas, policiais encontraram também peles e carne congelada de animais silvestres. Suspeito vai responder em liberdade por crime ambiental e posse de arma.

A Polícia Ambiental de Bauru (SP) multou um homem em R$ 5 mil por ele manter um arsenal de caça em uma fazenda perto da Unidade de Conservação, no bairro da Vila São Paulo. O flagrante aconteceu nesta segunda-feira (29), após uma denúncia anônima.

Além de vários tipos de armas, policiais encontraram com o suspeito, de 60 anos, restos de animais silvestres provenientes de caça predatória.

No local, policiais surpreenderam o caseiro da fazenda com uma carabina calibre 36, cerca de 200 munições de diversos calibres, 179 espoletas e chumbo para fabricação de munições.

O suspeito também mantinha no local vários tipos de armadilhas de caça, conhecidas como jequis e “canhãozinho”, e uma besta com cinco flechas.

Além das armas e armadilhas, policiais também acharam um casco de tatu e uma pele de quati. No interior de um freezer, foram apreendidos três quilos de carne em pedaços de várias espécies de animais silvestres da região, como tatu, cateto (porco do mato) e Teiu (lagarto).

A equipe também apreendeu um papagaio mantido em cativeiro sem autorização ambiental.

O suspeito foi levado ao plantão policial e autuado em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e por crime ambiental contra a fauna silvestre. Ele pagou fiança de R$ 954 e foi liberado para responder pelos crimes em liberdade.

A multa de R$ 5 mil foi aplicada pelos crimes ambientais de depósito ilegal das carnes de animais provenientes da caça predatória e por manter em cativeiro o papagaio. A ave será encaminhado a um centro de reabilitação na região.