PM que matou ex-mulher a tiros se apresenta na delegacia e é preso

0
Mulher é baleada por ex-marido policial após perseguição de carro em Ourinhos

Suspeito teve prisão temporária decretada e vai responder por feminicídio. Apesar de ferida, vítima conseguiu dirigir por alguns metros até bater em um poste, mas não resistiu e morreu no hospital.

Suspeito de feminicídio em Ourinhos teve prisão decretada
Suspeito de feminicídio em Ourinhos teve prisão decretada

O Policial Militar reformado que matou a ex-mulher a tiros em Ourinhos (SP) se apresentou à Delegacia de Polícia, na tarde deste domingo (13). O crime foi registrado na madrugada do último sábado (12). Josiane Calistro tinha 37 anos e chegou a ser internada na Santa Casa da cidade, mas teve a morte confirmada na madrugada de domingo.

De acordo com a Polícia, Wellington Aparecido Silva, de 50 anos, teve ainda a prisão temporária decretada pela Justiça e vai responder por homicídio qualificado, com o agravante de feminicídio, quando o crime é motivado pelo fato da vítima ser do sexo feminino.

Mulher morre apos ser baleada por ex-marido policial após perseguição de carro em Ourinhos (Foto: Reprodução/TV TEM)
Mulher morre apos ser baleada por ex-marido policial após perseguição de carro em Ourinhos (Foto: Reprodução/TV TEM)

Wellington se apresentou acompanhado de seu advogado e permaneceu calado. O PM foi encaminhado para o Presídio Romão Gomes, em São Paulo e o caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher de Ourinhos. A arma do crime não foi apresentada.

O crime

Segundo a polícia, a mulher voltava de um bar na Vila São Luiz de carro com um amigo quando o ex-companheiro começou a segui-la no trajeto. Wellington então emparelhou o veículo com o carro de Josiane e intimou a vítima a abaixar o vidro.

No meio da discussão, o PM aposentado disparou três vezes contra a ex-mulher e um dos disparos atingiu a cabeça da vítima. Apesar de baleada, a mulher dirigiu por alguns metros quando perdeu o controle do veículo e bateu em um poste. O passageiro que estava no carro da vítima não ficou ferido.

Segundo a família, o casal ficou junto por quatro anos até a separação em março deste ano. O ex-policial não teria aceitado o fim do relacionamento, segundo a família. Ainda de acordo com a polícia, a ex-mulher já havia denunciado o então companheiro por ameaça por diversas vezes.

O velório da vítima é realizado na manhã desta segunda-feira (14). O horário do enterro ainda não foi divulgado.

Mulher foi levada para a Santa Casa de Ourinhos (Foto: Reprodução/TV TEM)
Mulher foi levada para a Santa Casa de Ourinhos (Foto: Reprodução/TV TEM)