Plano de carreira, existe? quem lidera?

0

O tema Plano de Carreira, ou desenvolvimento profissional, ou qualquer outro nome que venha ser utilizado, continua sendo uma das maiores preocupações dos profissionais que trabalham buscando crescimento, reconhecimento, status e não menos importante, retorno financeiro.

Sabemos que muitas organizações nas últimas décadas aprimoraram suas ferramentas para desenvolvimento de suas organizações e equipes, sejam ferramentas que “estimulam/obrigam ou forçam ”os líderes ou gestores a conversarem com suas equipes, algo que considero bizarro, mas  acreditem, ainda existem muitos exemplos desta ocorrência, ou até mesmo as chamadas carreiras técnicas, chamadas carreiras Y.

De qualquer forma, no centro desta discussão está um elemento que é o principal responsável por existir ou não o plano de carreira individual, quem?.., o próprio profissional. Entretanto, em muitos casos ainda existe a terceirização desta importante atividade para o empregador ou contratante.

Participei recentemente de um workshop em uma das empresas que tenho prestado consultoria de Gestão, Governança e Desenvolvimento Organizacional, e por incrível que pareça, em pleno 2018, me deparei com uma pergunta de um profissional da empresa para o comitê diretor , acreditem, sobre plano de carreira, e o que ele poderia esperar da empresa que já trabalhava ha alguns anos? Não me contive, e acabei respondendo diretamente para ele…

Minha mensagem para o colaborar foi direta e muita assertiva… Construa seu plano de carreira, trace seus objetivos para os próximos 1, 2, 5, 10 e 20 anos. Defina aonde quer chegar, e de que forma quer chegar. A empresa, caso atenda aos seus objetivos, será o “veiculo” para leva-lo ao ponto que você definiu e em sua agenda de médio e longo prazo. É lógico que não é somente a definição de objetivos que contará, mas principalmente a preparação e superação, investindo em capacitação, seja técnica ou, em muitos casos, o mais importante, emocional.

Por mais que já tenhamos escutado e lido diversos artigos sobre o tema, ele é atual e ainda apresenta muitas barreiras e dificuldades por parte do colaborador em acreditar mais em si mesmo, traçar seus objetivos, se capacitando para atingir o sucesso esperado. Sabemos das oscilações de mercado, e principalmente pelo momento econômico e político que vivemos em nosso País, mas lembrem-se, somente atingirão os seus  objetivos de carreira os profissionais que através da gestão executiva ou do empreendedorismo, planejarem e investirem eu seus projetos e sonhos, portanto, estejam preparados para tal.