PF prende suspeito de se passar por artista nas redes sociais para conseguir imagens de pornografia infantil

0
Homem está sendo investigado pela Polícia Federal de Marília (SP) — Foto: Reprodução/TV TEM

Investigado foi preso pela Polícia Federal de Marília em Rinópolis (SP) nesta sexta-feira (28). Segundo a PF, ele criava perfis falsos para convencer as crianças a mandar fotos erotizadas e até nuas.

Uma operação deflagrada na manhã desta sexta-feira (28) pela Polícia Federal de Marília (SP) prendeu em flagrante uma pessoa investigada pela prática de pornografia infantil, na cidade de Rinópolis (SP).

De acordo com a PF, o homem investigado mantinha dezenas de perfis falsos em redes sociais se passando por artistas, atores de TV e influenciadores digitais. Ele entrava em contato com as vítimas, crianças a partir de 5 anos, com intuito de persuadí-las a enviar fotos erotizadas e até mesmo nuas.

Depois, o homem criava outros perfis falsos se passando por criança e utilizando as fotos que recebia e, com isso, convencia novas vítimas a enviar as imagens. De acordo com a polícia, ele foi preso em flagrante e responderá assim pelo crime de pornogragia infantil com pena prevista de 1 a 4 anos e multa.

Ainda segundo a Polícia Federal, a investigação continua para saber se ele teria compartilhado as imagens com um terceiro. Caso a informação se confirme, a pena pode aumentar para de 3 a 6 anos.