PF e Anatel fecham rádio pirata no interior de SP

0
Foto/Internet

Emissora operava na faixa 106.1 FM sem autorização do governo federal.

Polícia Federal (PF) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) realizaram operação, na última terça-feira (10), em Indaiatuba (SP), que culminou no fechamento de uma emissora de rádio que operava clandestinamente, sem autorização do governo federal. Foi cumprido pela PF um mandado de busca e apreensão que resultou no confisco de equipamentos.

O gerente regional da Anatel,  explicou  que a agência atua como apoio técnico neste tipo de operação, sendo que a ação é liderada pela PF. Os membros da Anatel fizeram o monitoramento e constataram que a emissora estava operando na frequência 106.1 FM, operava como Rádio jornal de Indaiatuba, registrando-a nos documentos de apreensão como Rádio jornal de Indaiatuba 106.1FM.

De acordo com a Anatel, quando a PF foi realizar a abordagem, o locutor se evadiu do local com o transmissor. Mesmo assim, o proprietário do espaço onde a rádio funcionava franqueou o acesso dos policiais, o que permitiu a apreensão de equipamentos de estúdio, como mesa de som, entre outros. Segundo o gerente da Anatel, a emissora não possuía licença do poder concedente, no caso o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, o que não permitia o seu funcionamento, fazendo com que a agência a considere uma rádio clandestina.