Participativo e atento: os primeiros comandos de Eduardo no Palmeiras

0

Técnico não perde tempo na primeira semana à frente do Verdão, aplica trabalhos táticos e chama atenção por proximidade ao orientar os jogadores

Eduardo Batista Palmeiras (Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras)
Eduardo Batista aproveitou muito primeiros dias no Verdão (Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras)

A primeira semana de treinamentos de Eduardo Baptista à frente do Palmeiras agradou jogadorese empolgou torcedores para a sequência da temporada. Estudioso e detalhista, o treinador começou a dar os primeiros toques à equipe – que ainda aguarda a chegada de Alejandro Guerra, único reforço que ainda não treinou com os companheiros de elenco.

O primeiro treino com bola foi na última quarta-feira. Com trabalhos em dois períodos ao longo de toda a semana, Eduardo Baptista se mostrou extremamente ativo e atencioso aos detalhes dos treinamentos – caracterizados pela intensidade e pelas correções na movimentação dos atletas.

Nas atividades abertas à imprensa, o técnico dividiu seus jogadores em quatro equipes. E utilizou as duas metades do campo para promover dois duelos de defesa contra ataque. O auxiliar Pedro Gama era o responsável por monitorar o outro grupo.

A ideia do técnico era explicar como ele quer que os jogadores se portem, especialmente na saída de bola, com ou sem a posse. Ele também aproveitou os primeiros dias para ter rápidas conversas particulares com alguns atletas após os treinamentos – casos de Lucas Barrios, Alecsandro e Felipe Melo, por exemplo.

Em espaços reduzidos, Eduardo fazia questão de atentar para a importância na transição entre defesa e ataque – com todos se movimentando, dos volantes voltando para buscar a bola, aos atacantes antecipando a marcação.

Nos treinos físicos, na reformada sala de musculação, os preparadores também faziam questão de ressaltar aos atletas a importância de um preparo correto neste início de temporada, de maneira a evitar lesões ao longo do ano. A nova estrutura do CT, aliás, virou um fator de aproximação entre os atletas.

Na próxima semana, anterior ao amistoso contra a Chapecoense, marcado para o dia 21, Eduardo deve ampliar os trabalhos táticos e clarear as ideias sobre como pretende iniciar a temporada, em relação à equipe titular. A disputa no meio-campo e no ataque promete ser intensa.

William Bigode Palmeiras (Foto: Felipe Zito)
Eduardo fez questão de orientar de perto os jogadores do Palmeiras nas atividades (Foto: Felipe Zito)

DEIXE UMA RESPOSTA