Parentes de pacientes fazem faxina no Hospital

0

O ar condicionado da unidade pós operatória também quebrou há dois dias.
Médicos improvisam sondas gástricas com sondas coletoras de urina.

Parentes de pacientes do Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, são obrigados a fazer faxina para ajudar a manter a unidade de saúde porque não há funcionários. O ar condicionado da unidade pós operatória também quebrou há dois dias, como mostrou o Bom Dia Rio.

Nas enfermarias, os pacientes afirmam que o ar condicionado está quebrado desde julho. As portas são abertas para amenizar os efeitos do calor. Os acompanhantes são obrigados a fazer faxina porque falta pessoal. Os familiares também contam que a unidade não possui sondas gástricas e, por isso, os médicos estariam improvisando com sondas coletoras de urina.

A Secretaria Estadual de Saúde afirma que a pasta está operando com apenas 40% do orçamento previsto e que todo o orçamento está sendo usado para manter as unidades de saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA