Para especialista, proximidade com Bolsonaro dá vantagem a Casale para enfrentar Edinho no segundo turno

0
Marco Casale, candidato a prefeito por Rio Preto / imagem / redes sociais

O BOM DIA ouviu Kleber Carrilho, professor de marketing político e estratégias eleitorais da ECA/USP, sobre o crescimento verificado na candidatura de Marco Casale.

Redação 

Kleber Carrilho, professor de marketing político e estratégias eleitorais da ECA/USP / Divulgação

“Essa é uma relação observável”. Ele acredita que o apoio de um presidente influencia a apresentação de um candidato.

Sobre a queda registrada nas candidaturas de Celso Russomano (Republicanos/SP) e o Bispo Crivella (Republicanos/RJ), mesmo com o apoio do presidente Jair Bolsonaro, Carrilho atribui a um efeito contrário. “Os bolsonaristas veem esses candidatos tão ruins, que não querem correr o risco de associá-los ao presidente e ter problemas lá na frente”.

No caso de Rio Preto, do então candidato Marco Casale, Carrilho observa que se ele já tem um trabalho realizado “e se associa ao Bolsonaro, ele vai ter algum benefício”, disse.

 

LEIA TAMBÉM
Candidatos embolam e indefinem adversário de Edinho

 

O crescimento de Marco Casale nas pesquisas, segundo analistas políticos, seria resultado da proximidade com o agora presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

Durante a campanha presidencial de 2018, Casale foi o candidato oficial a deputado estadual representando Bolsonaro no município. Cuidou da agenda do presidente em suas visitas à região. Mantinham os contatos frequentes. Chegou inclusive a fazer dobradinha com o filho de Jair, deputado federal Eduardo Bolsonaro, em algumas cidades regionais.

Marco Casale veste a farda do PSL, é empresário e engenheiro, defende a economia liberal, tem o berço cristão e não esconde isso. Nunca namorou a esquerda. Conta com o apoio de dezenas de líderes religiosos, e traz para a briga um nome de peso da política local; o ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB).

CRESCE – Uma análise das últimas pesquisas eleitorais mostra que Casale, entre os principais candidatos é o que apresenta maior crescimento e menor rejeição. Iniciou a campanha com menos de 1% e hoje está embolado no segundo lugar, num empate técnico.

A terceira colocada na pesquisa, coronel Helena tem uma história de superação para exibir ao eleitor. Negra, mulher e de família humilde, ele ostenta hoje a mais alta patente da Polícia Militar, quando então comandou o CPI-5, que abrange mais de 120 municípios. Ela também foi chefe da Casa Militar do governo paulista.

Coronel Helena candidata a Prefeita por Rio Preto//imagem/redes sociais/internet

O ex-petista Marco Rillo foi vereador por cerca de vinte anos. Nos tempos de glória do PT, Rillo era homem da confiança pessoal de Lula para a região. Foi secretário de Serviços Gerais do município.

Marco Rillo, candidato a prefeito em Rio Preto

Em 2018, a passagem cristã de João (8:32) elegeu Bolsonaro. “Conhecereis a verdade e ela vos libertará”. Neste ano, a onda das redes sociais, pandemia – que lacraram as pessoas em casa – podem profetizar um novo ensinamento bíblico: o de Marcos 9:23 “Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.”