Os Bastidores

0
jair viana - JORNAL BOM DIA
Foto: Divulgação

JUVENTUDE
Tabata Amaral, 24 anos, formada em astrofísica e ciências políticas pela Universidade Harvard, em Massachusetts (EUA), em visita à redação do BOM DIA, nessa quarta-feira (19), aproveitou para contar um pouco do que pretende fazer em eventual mandato. Combate à corrupção e reforma política são pautas que ela pretende abraçar.

SAPATOS
Vereador Pedro Roberto está prestes a comprar mais uns pares de sapatos. Candidato a deputado federal pelo PRP, Pedro tem viajado por cidades da macro e micro regiões de Rio Preto. Licenciado do mandato de vereador, Pedro não para na cidade. O PRP trabalha com a possibilidade de eleger Pedro e outros candidatos pelo Estado.

FRAUDE
A revista eletrônica Crusoé publica reportagem em que o economista Paulo Guedes, provável ministro da Fazenda, em eventual governo de Jair Bolsonaro (PSL), teria lucrado cerca de R$ 600 mil na Bolsa de Valores em uma operação fraudulenta. O processo corre pela 5ª Vara Criminal do Rio de Janeiro. O caso não repercutiu na mídia nacional.

BRIGA POR VOTOS
O ex-governador de São Paulo e candidato a presidente,
Geraldo Alckmin (PSDB), já está tentando abocanhar votos de Jair Bolsonaro (PSL). Alckmin não acredita que o oficial do Exército chegue ao segundo turno. Na avaliação do tucano, considerando as pesquisas, Alckmin afirma que Haddad estará no segundo turno.

MOURÃO NO IPÊ
O general Mourão (PRTB) candidato a vice-presidente na
chapa de Jair Bolsonaro fez palestra na note dessa quarta-feira (19), em Rio Preto. O candidato, mais moderado que em dias anteriores, evitou polemizar. Agora, vigiado pela cúpula da campanha, o militar está impedido de criar frases de efeito, causando polêmica onde passa.

DESAJUSTADOS
A última frase dita por Mourão, na última segunda-feira,
causou mal estar entre os coordenadores da campanha. Em discurso, Mourão disse que “Casa com avó e mãe é fábrica de desajustados.” Afala causou reações imediatas, provocando discussões internas. No dia seguinte, os coordenadores da campanha decidiram criar um cerco ao general.