Operação termina com 132 presos; mas 135 mandados não são cumpridos porque acusados já estavam detidos

0
policia civil - jornal bom dia
Equipes cumpriram mandados de prisão na região Centro-Oeste Paulista durante operação conjunta — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Balanço final da ação foi divulgado na tarde desta quinta-feira. Em Botucatu, dos 264 mandados emitidos, mais da metade não foi cumprido.

A operação para cumprimento de mais de 6 mil mandados de prisão em todo o estado de São Paulo terminou com 132 pessoas presas na região Centro-Oeste Paulista. No entanto, em Botucatu, dos 264 mandados emitidos pela Justiça, 135 não foram cumpridos porque os acusados já estavam presos por outros crimes.

Na área do Deinter-4, que compreende seis delegacias seccionais e 76 municípios da região de Bauru foram 111 presos, sendo 64 mandados criminais e 46 civis (maioria por falta de pagamento de pensão alimentícia). As delegacias são as de Bauru, Jaú, Lins, Marília, Ourinhos e Tupã.

Em Marília, foram 17 pessoas presas, na cidade as equipes vistoriaram mais de 100 endereços. Os condenados tinham mandados em aberto por roubo, homicídio e tráfico de drogas. Em Bauru, foram 39 pessoas presas.

policia - jornal bom dia
Polícias Civil e Militar cumprem mandados de prisão em Marília (SP) — Foto: Guilherme Lopes

Em Jaú foram 29 presos e em Lins, duas pessoas detidas na operação. Em Ourinhos, 15 pessoas foram presas por furto, tráfico e atraso de pensão e encaminhadas à cadeia de São Pedro do Turvo. Já em Tupã foram 10 presos.

Desse total de 111 presos na área do Deinter-4, 103 são homens e 8 mulheres. Um adolescente foi apreendido e foram apreendidas drogas como maconha e crack.

” O objetivo principal era prender as pessoas procuradas e dessa forma coibir a criminalidade que é o que as polícias buscam, por isso a importância desse trabalho conjunto entre a Polícia Civil e a Militar na realização de operações com essas”, destaca o diretor do Deinter-4, Marcos Mourão.

botucatu - jornal bom dia
Mandados de prisão também estão sendo cumpridos na cidade de Botucatu e Lençóis Paulista (SP) — Foto: Murilo Barbosa

Já na seccional de Botucatu, que pertence ao Deinter-7, foram expedidos 264 mandados, mas 135 não foram cumpridos porque, segundo a polícia, as pessoas já estão presas.

Segundo o delegado seccional Antônio Soares da Costa Neto, foi feita uma triagem, mas mesmo assim, algumas equipes foram até endereços onde não conseguiram cumprir pelo fato das pessoas já estarem presas por crimes.

“Isso acontece porque os mandados são por crimes que essas pessoas foram condenadas e isso pode levar algum tempo e nesse período eles podem ser presos por outros crimes”, explica o delegado.

Ainda em Botucatu, ao todo 21 pessoas foram presas, 19 homens e 2 mulheres. A maior parte por furto e não pagamento de pensão alimentícia.