Operação cumpre mandados contra suspeitos de tráfico e homicídios no Agreste de Alagoas

0
Polícia realiza operação em municípios do Agreste de Alagoas (Foto: Ascom/SSP)

Segundo a polícia, até as 9h30, 17 pessoas foram presas e encaminhadas para Delegacia de Palmeira dos Índios. Foram apreendidas drogas e armas.

Ao menos 17 pessoas foram presas em uma operação integrada das polícias Civil e Militar em Palmeira dos Índios, Belém e São Miguel dos Campos, Agreste de Alagoas. Estão sendo cumpridos 50 mandados de busca e apreensão e 21 de prisão contra suspeitos de homicídios e tráfico de drogas.

A operação foi denominada “Xanduca” pelo fato de parte das ações criminosas da organização se concentrarem em uma área indígena de Palmeira dos Índios. Os mandados foram expedidos pela 17ª Vara da Capital e estão sendo cumpridos por diversas guarnições.

De acordo com o tenente-coronel Roberto Vale, cerca de 80 policiais participam da ação. “É uma operação grande, que conta com a PM, PC e PRF [Polícia Rodoviária Federal]. A operação ainda está em andamento e até agora prendemos 17 pessoas”, afirma.

Segundo a lista repassada pela Secretaria de Segurança Pública de Alagoas foram presos Kátia Maria Pinto de Oliveira, Raiane Pinto de Oliveira, conhecida como “Ray”, Maria José Feitosa, a “Leninha”, Ivoneide Alves Cavalcante, Antônio Viana da Silva, o “Tonho”, Daniel Barros Araújo, conhecido como “Có”, Joice Mônica da Silva, Eduarda Priscila Teixeira da Silva, Cícero da Silva, conhecido como “Coroa de Belém”.

Também foram presos Jonatha da Silva Leite, e os suspeitos identificados como “Galeguinho”, “Vavá”, “Lucas”, Rafinha e “Bicudo”. A secretaria disse que ainda não tem o nome dos outros presos.

A operação é coordenada pelos delegados Gustavo Henrique e Alexandre Leite, de Palmeira dos Índios, e pelo tenente-coronel Roberto Vale. O grupamento Aéreo da Secretaria de Segurança Pública SSP-AL também participou da ação.

As investigações foram realizadas de forma conjunta pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) e 10º Batalhão da Polícia Militar. Além disso, a operação contou com a importante participação da população, que realizou denúncias por meio do Disque Denuncia 181.

Participam da ação Militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope), 3º, 7º e 11º Batalhão de Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Radiopatrulha, Pelopes Caatinga, Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) , Polícia Rodoviária Federal (PRF), Companhia de Operações Especiais (Copes) e 5ª Delegacia Regional, Delegacia de São Miguel dos Campos.