Mulheres são presas por adoção ilegal de bebês

0

Duas mulheres foram detidas suspeitas de fazerem uma adoção ilegal de um bebê de apenas 15 dias em São José do Rio Preto (SP). As suspeitas detidas são as mães biológica e adotiva.

De acordo com a Delegacia da Mulher, a investigação começou depois de uma denúncia anônima relatando que uma mulher, de 45 anos, se relacionava com a grávida, de 19 anos, com a intenção de ficar com a criança.

Após a investigação, na madrugada desta quarta-feira, policiais foram até o terminal rodoviário e encontraram a mãe biológica aguardando o ônibus para voltar à cidade de origem. Os policiais abordaram a mãe com a passagem na mão para Cascavel (PR).

Os policiais também chegaram até a mulher que ficou com a criança, que foi presa em flagrante. A criança foi levada para o Conselho Tutelar e a Justiça deverá decidir o futuro do recém-nascido.

A Delegacia da Mulher afirma que as mulheres se conheceram há cinco meses por meio de uma amiga em comum.

“Não podemos falar em compra, mediante pagamento ou recompensa. Mas é isso que vamos investigar, as circunstâncias dos acontecimentos”, afirma a delegada Dálice Ceron.

Segundo a DDM, a mulher que entregou o filho não tinha condições de criar. A delegada disse que ela já é mãe de uma criança, que mora com a avó no Pará.

“A mãe tinha pretensão de se livrar da criança. Ela tem uma filha no Pará, é uma família desestruturada. Era uma situação ajeitada, a mãe disse que tinha dificuldade financeira, gravidez indesejada, é um problema social grave. A compensação seria mais resolver um problema dela, ficar com a criança acomodada com alguém”, diz a delegada.

Segundo a delegada, o crime é afiançável, mas o valor ainda não foi determinado. Se tiver o pagamento, elas responderão em liberdade. Elas continuam à disposição da Justiça.