Mulheres ganham 10% menos que homens segundo dados de Marília

0
Foto: Divulgação

O salário médio das mulheres marilienses é quase 10% menor do que o dos homens.

O levantamento é baseado no banco de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.

As informações são referentes aos empregos formais, ou seja, com carteira assinada, no primeiro semestre de 2018. A média salarial na cidade é de R$ 1.554,37, englobando os dois sexos.

Quando é feito o recorte por gênero, porém, se descobre que as mulheres empregadas no município possuem média salarial de R$ 1.472,36 enquanto os homens recebem R$ 1.627,16. A diferença é de R$ 154,79.

No ranking da desigualdade salarial do Estado de São Paulo, Marília aparece na posição 395 entre 646 municípios do Estado de São Paulo.

Em apenas 83 cidades paulistas as mulheres ganham mais do que os homens e só em 22 a diferença salarial entre gêneros é de menos de 1%.

A cidade do Estado onde a diferença é proporcionalmente mais gritante em prol dos homens é Iporanga. Ali, os homens ganham em média R$ 1.246 enquanto as mulheres recebem 626,89. A diferença é de 50,3%.

Por outro lado, a cidade onde as mulheres ganham melhor em comparação com os homens é Pongaí: o salário médio delas é de R$ 1.181,64 e deles R$ 445. A cidade, porém, tem uma das piores médias salariais de São Paulo, considerando ambos os gêneros (R$ 598,94).

fonte: Marília Notícias.