Mulheres acusadas de estelionato que terminou em morte de idoso durante perseguição vão a júri popular

0
Idoso foi atropelado no Calçadão de Rio Preto — Foto: Fernando Daguano/TV TEM/Arquivo

As duas mulheres acusadas de tentar aplicar o golpe do bilhete premiado em uma idosa na cidade, em 2016, e acabaram provocando uma perseguição policial e a morte de um idoso vão a júri popular. Quando o golpe foi descoberto pela vítima, elas fugiram de carro, invadiram o Calçadão e atropelaram a vítima.

A data do júri de Beatriz Maiara Gomes, que está presa, e Vanessa Cristina de Matos, que aguarda o julgamento em liberdade, não foi definida. Elas foram presas cerca de um mês após o crime. A TV TEM entrou em contato com os advogados de defesa das acusadas, mas não obteve retorno.

De acordo com a polícia, a idosa Jandira Machado, com 75 anos na época, foi abordada por duas mulheres no Centro de Rio Preto, que diziam estar com um bilhete premiado. A polícia diz que a aposentada acreditou na falsa história e aceitou trocar o bilhete por joias, mas disse que precisaria ir até a casa dela para buscá-las.

Imediatamente a dupla ofereceu carona à mulher. Depois que a idosa pegou as joias e saiu com as mulheres, uma sobrinha da vítima desconfiou da história e resolveu seguir o carro das desconhecidas que ainda faria uma parada no banco para que a vítima fizesse um saque para completar a quantia pedida por elas.

Carro - Jornal bom dia
Momento em que o idoso foi atropelado no Calçadão — Foto: Reprodução/Emurb/Arquivo

Quando a dupla percebeu que era seguida pela sobrinha, entrou em uma rua do Calçadão da cidade e atropelou um idoso de 69 anos, na rua Bernardinho de Campos.

Lázaro Firmino morreu na hora. As suspeitas seguiram em alta velocidade até a avenida Philadelpho Gouvea Neto, onde atropelaram outra mulher, que estava de moto.

Em seguida, a dupla jogou a idosa para fora do carro, que estava em movimento, na rua Primeiro Mestre. De acordo com a polícia, minutos depois o carro foi abandonado pelas mulheres no cruzamento das ruas Belmonte com Santa Catarina, na Vila Ipiranga.

Carro - Jornal bom dia
Carro usado pelas golpistas durante a fuga — Foto: Reprodução/TV TEM/Arquivo