Mulher grava momento em que companheiro leva tiro por cobrança de dívida em Rio Preto

0
Momento em que o suspeito atira contra a vítima (Foto: Reprodução/TV TEM)

Eder Alves morreu no fim de semana ao ser cobrado por dívida do primo, que teria comprado arma por R$ 500, segundo a polícia. Um dos suspeitos foi preso e o outro, autor dos disparos, continua foragido.

A mulher do entregador que foi morto com um tiro no peito em São José do Rio Preto (SP), no fim de semana, filmou a ação dos suspeitos e o momento em que a vítima é atingida pelo disparo. O casal estava andando na rua com o filho quando foi abordado por uma dupla de moto (veja vídeo acima).

Eder Bruno de Melo Alves, de 33 anos, morreu no fim da tarde de sábado (20) no residencial Caetano, Zona Norte de Rio Preto.

De acordo com o boletim de ocorrência, os suspeitos foram cobrar uma dívida de R$ 500 de um primo de Eder, que teria comprado uma arma. Após uma discussão, um dos homens disparou contra Eder.

As imagens de uma câmera de segurança e o registro feito pela mulher da vítima com o celular mostram o casal sendo abordado. É possível ver a mulher e a criança que estavam ao lado do entregador em desespero após o disparo.

“Não faltei com respeito com você”, diz a vítima antes de ser atingida. Após ser ferido, Eder chegou a ser socorrido na UPA do bairro Santo Antônio, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com a polícia, o rapaz que pilotava a moto, Flávio Gomes de Souza, foi localizado e preso. Já o autor do disparo, identificado como Francisco Filho Gomes Cavalcante, é considerado foragido. O G1 não conseguiu contato com a defesa dos suspeitos.

Suspeito aponta arma para a vítima durante a discussão (Foto: Reprodução)
Suspeito aponta arma para a vítima durante a discussão (Foto: Reprodução)