Mulher com tumor ‘gigante’ não resiste e morre em SP: ‘Descansou’

0
Roseli Christianini Martins estava internada em Santos, SP (Foto: G1)

Dona de casa aguardava o resultado de exames para iniciar o tratamento, em Santos, no litoral paulista. Vídeo gravado por ela pedindo ajuda repercutiu na internet.

A dona de casa Roseli Christianini Martins, de 34 anos, que lutava há quatro meses para conseguir tratamento para uma série de tumores, um deles, situado no ovário, medindo cerca de 20 cm, não resistiu e morreu, na manhã desta quarta-feira (30), em Santos, no litoral de São Paulo.

Roseli estava internada no Hospital Estadual Guilherme Álvaro, e aguardava o resultado de uma bateria de exames para iniciar os procedimentos. No total, eram sete tumores que, somados a líquidos, fizeram com que sua barriga crescesse tanto que algumas pessoas a confundiam com uma mulher grávida. Um vídeo com um apelo da paciente foi compartilhado centenas de vezes nas redes sociais e viralizou na internet.

O marido de Roseli, Douglas Francisco Alves, de 48 anos, que acompanhou todo o drama da esposa durante esse período, viu a morte dela com resignação. “O quadro dela estava muito crítico, muito difícil. Não teve jeito. Sinceramente, como ela estava sofrendo muito, acho que é um descanso para ela”, disse.

Paciente pediu ajuda para conseguir tratamento para tumores
Paciente pediu ajuda para conseguir tratamento para tumores

História de luta

O caso de Roseli foi noticiado pelo G1 no último dia 19, após um pedido de ajuda que ela gravou em vídeo, e que foi publicado na internet. Internada em um hospital municipal em Praia Grande, ela aguardava vaga no Hospital Guilherme Álvaro, em Santos.

Segundo Douglas, a esposa foi transferida somente após a imprensa contatar o serviço de saúde. “Isso nos ajudou. Ela acabou sendo transferida no dia 18, à noite, depois de tanto tempo que a gente ficou esperando. Foi um alívio”, disse, na ocasião.

A luta de Roseli, que era mãe de três filhos, começou em abril deste ano, quando ela percebeu que sua barriga estava crescendo. “Eu cheguei a ir quatro vezes ao hospital, mas sempre era liberada. No começo, falavam que eram gases, mas as dores eram muito fortes, eu não estava aguentando mais”.

Roseli Christianini Martins era confundida com mulher grávida (Foto: Reprodução/G1)
Roseli Christianini Martins era confundida com mulher grávida (Foto: Reprodução/G1)

Segundo ela, apenas no fim de julho os médicos começaram a constatar e identificar os tumores: três localizados no ovário esquerdo, um deles medindo 20 cm, e quatro no intestino, além de uma metástase no fígado.

Diante da gravidade do quadro, Roseli gravou um vídeo pedindo ajuda. “Eu estou muito mal, não consigo me alimentar direito. Eu engordei 16 quilos só com a barriga. Estou à base de morfina, desde quando fui internada, não aguento mais essa dor, não sei mais o que fazer”, apelou.

Para o G1, a Secretaria de Saúde do Estado informou que foi notificada sobre o caso de Roseli apenas no dia 17 pela unidade municipal. Ela estava internada em um leito da oncologia.

Roseli estava internada no Hospital Guilherme Álvaro (Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)
Roseli estava internada no Hospital Guilherme Álvaro (Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)