MPF denuncia 24 pessoas envolvidas em esquema de fraude em laudos médicos

0
Sede da Polícia Federal em Sorocaba — Foto: Monize Poiani/TV TEM

Operação Hipócritas investigou profissionais nas regiões de Sorocaba, Campinas e São Paulo.

O Ministério Público Federal em São Paulo denunciou 24 pessoas envolvidas na Operação Hipócritas. A Polícia Federal investigou um esquema de fraude em laudos que eram usados em processos da Justiça do Trabalho e identificou dois médicos peritos de Sorocaba (SP).

A operação foi realizada em três etapas, entre maio de 2016 e agosto deste ano. Profissionais, entre médicos do trabalho, peritos e advogados, foram apontados por participação no esquema de corrupção em perícias trabalhistas, nas regiões de Campinas, São Paulo e Sorocaba.

Segundo a investigação, os crimes cometidos eram relacionados a processos trabalhistas em que os trabalhadores sofreram acidentes de trabalho ou alegavam ter adquirido doenças por causa das funções na empresa.

Em Sorocaba, os médicos foram denunciados por corrupção passiva e corrupção ativa. Um deles chegou a ser preso na terceira etapa da operação, em agosto deste ano.

A polícia apreendeu documentos e computadores em outra clínica de medicina do trabalho no Jardim Paulistano.

Segundo o MPF, um dos médicos chegava a receber de R$ 1.500 a R$ 5 mil por laudo fraudado a pedido do assistente técnico da empresa.