Motorista para o carro para atravessar a pista e provoca engavetamento

0
(Foto: Reprodução/TV TEM)

Três motoristas que se envolveram num acidente na tarde desta segunda-feira, (18), na vicinal João Parise, estrada que liga Rio Preto ao Distrito de Engenheiro Schmitt, procuraram a Central de Flagrantes para registrarem o boletim de ocorrência de lesão corporal culposa na direção de veículo automotor.

A fisioterapeuta C.F.S, de 37 anos, dirigia seu Polo/Sedan de cor preta pela vicinal João Parise sentido Rio Preto/Schmitt com a intenção de entrar a rua Miriam Sestini Serigato, que é uma via de terra. A mulher disse que à medida que que se aproximava desta rua reduziu a velocidade do veículo até que em frente a uma empresa de construção civil parou a fim de aguardar a passagem dos veículos que vinham no contrafluxo.

Após liberada a via, C.F.S continuou seu percurso, mas percebeu  que algo havia acontecido com os veículos que vinham logo atrás pela mesma via e sentido, entretanto, minutos depois notou que um homem desconhecido vinha correndo a pé chamando-a de volta e responsabilizando-a pelo acidente envolvendo três veículos.

O empresário P.S.N, de 44 anos, relatou que também trafegava pela mesma via e sentido com sua caminhonete de cor preta, quando viu um veículo Paraty de cor prata parado na via e que, não obstante freado não conseguiu evitar a colisão. P.S.N disse ainda que após colidir na traseira do veículo Paraty seu veículo foi atingido também por uma motocicleta que seguia pela mesma via e sentido. P.S.N, não soube informar a placa da Parati. Entretanto, o condutor do mesmo esteve em seu comércio para pegar a placa da caminhonete.

A terceira vítima da batida é o empresário F.S.F, de 41 anos. Ele contou na central que dirigia pela mesma via e sentido com sua motocicleta Honda/XRE300 de cor preta, quando viu P.S.N, tentando frear a caminhonete, inclusive que saía fumaça dos pneus, momento em que também freou sua moto, porém não conseguiu evitar a colisão e, ao cair na via sofreu lesões no joelho esquerdo e no nariz e no ombro direito.

A Polícia Militar esteve no local do acidente e a vítima dispensou a solicitação da equipe de Resgate. Nenhuma das vítimas souberam informar a placa da Paraty e o nome de seu condutor. A Polícia Civil vai investigar o caso.

 

Por: Harley PACOLA