Morte suspeita de pedreiro trazido para Marília será investigada

0
Morte de pedreiro será investiga pela DIG

A Polícia Civil começou um investigação para apurar as causas da morte do pedreiro Jilmar Aparecido Servantes, de 60 anos, na segunda-feira (18).

Após ser encontrado caído desacordado em sua casa na cidade de Adamantina (distante 140 quilômetros), ele foi levado para o Hospital das Clínicas de Marília.

O caso foi registrado como morte suspeita, com possibilidade de morte acidental. Ele chegou no HC por volta das 2h já entubado. A morte encefálica foi constada às 18h e a vítima sofreu parada cardíaca às 23h30.

De acordo com o boletim de ocorrência, trata-se de “morte não natural”. Existem indícios de “causação acidental do evento exclusivamente por ato não intencional da própria vítima”. No entanto, o documento não apresenta quais seriam as casas prováveis do óbito.

Agora a polícia quer investigar detalhes deste óbito para saber realmente o que aconteceu com o pedreiro.