Morre idosa que teria caído de janela ao tentar descer com corda feita de lençol

0
Vera Lúcia Moreira de Sousa morreu após três dias internada no CHS em Sorocaba (Foto: Facebook/Reprodução )

Vítima ficou com ferimentos graves e foi hospitalizada com quadro de morte cerebral. Ela estava internada desde domingo, em Sorocaba (SP).

A idosa que ficou gravemente ferida ao cair da janela de uma casa morreu na madrugada desta quinta-feira (2) no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (SP), onde estava internada desde domingo (29). A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde.

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima, Vera Lúcia Moreira de Sousa, de 61 anos, estava na casa do empresário Antonio Inácio Ribeiro Filho e foi levada ao hospital depois que teria caído de uma janela ao tentar descer usando uma corda feita com lençol.

A casa no bairro Três Meninos foi periciada nesta quarta-feira (1°), mas a polícia não informou se o lençol foi encontrado no local.

Em relato à Polícia Militar, ainda na madrugada de domingo, Antonio Inácio, de 68 anos, disse que Vera estava passando a noite na casa dele quando a namorada chegou. Para que Vera não fosse vista, eles tiveram a ideia de ela sair do imóvel pela janela e descer com uma corda feita de lençóis. Durante a descida ela caiu e bateu a cabeça.

O empresário foi ouvido na manhã desta quarta-feira, na Delegacia de Defesa da Mulher. Ao sair, ele falou rapidamente com a imprensa e negou a versão que havia apresentado à PM no fim de semana.

“Foi uma fatalidade, ela caiu da janela. Tudo o que eu tinha para dizer é que foi uma fatalidade”, afirmou Antonio Inácio.

Ao G1, Aline Cristina Moris, sobrinha de Vera Lúcia, disse que a tia morreu por volta das 4h e que a família ainda não foi informada sobre a causa da morte. O estado de saúde da mulher era considerado grave. Vera Lúcia será enterrada no cemitério da Consolação, no bairro Árvore Grande, às 15h desta sexta-feira.

À TV TEM, a Polícia Civil afirmou que aguarda laudos da perícia para concluir se a queda foi acidental ou não.

O caso foi inicialmente registrado como violência doméstica, mas a polícia não indicou nenhum suspeito porque ainda aguarda o laudo do IML. A delegada da Delegacia de Defesa da Mulher, Ana Salomone, não comentou o conteúdo do depoimento do empresário Antonio Inácio.

Ainda nesta quarta-feira, equipes da Polícia Civil e peritos da Polícia Científica estiveram no imóvel. Os policiais averiguaram a residência e falaram com vizinhos.

O empresário, dono do imóvel, tem histórico de brigas e ameaças com a namorada, de 55 anos. O G1 teve acesso a um boletim de ocorrência registrado pela mulher em 2013. Ela não quis falar sobre o caso.

Aposentada teria caído da sacada de imóvel em Sorocaba (SP) (Foto: Arquivo pessoal )
Aposentada teria caído da sacada de imóvel em Sorocaba (SP) (Foto: Arquivo pessoal )