Moradores transformam terrenos ocupados por entulho e mato alto em jardins

0
Plantas e flores substituiram entulho no canteiro central de uma avenida em Cantanduva (Foto: Reprodução/TV TEM)

Dedicando parte do tempo às flores, plantas e árvores, moradores de Votuporanga (SP) e Fernandópolis (SP) dão exemplo.

Cansados do mato alto, do lixo acumulado e dos bichos que ocupavam o local, moradores de um bairro em Votuporanga (SP) resolveram transformar o canteiro central da avenida Mário Pozobom em um verdadeiro jardim.

Há três anos, a aposentada Maria Bezerra Souza e seu marido, Maurício Souza, dedicam parte do tempo às plantas e às flores que embelezam o terreno. “Tinha muito lixo, entulho, mato, bicho, madeira e foi daí que começamos a agir”, diz a aposentada.

Hoje, o espaço mudou totalmente. Vendo a transformação, o casal Izabel Machado e José Benetti decidiu seguir o exemplo e também criaram um jardim no canteiro central. “Nós vimos fazendo e pensamos: vamos fazer aqui também”, diz Izabel.

As duas famílias receberam autorização do Departamento de Meio Ambiente do Município para cuidar dos espaços. Eles precisam seguir algumas regras, como não plantar espécies de grande porte por causa da rede elétrica. No entanto, não recebem nada por isso.

Em Fernandópolis (SP), uma moradora do bairro Jardim Paraíso também transformou um terreno, antigo ponto irregular de descarte, em uma área verde.

A diarista, Rosimere Zanatello começou a plantar árvores no local há 20 anos e não parou mais. “Antes era só sujeira, tinha muito entulho e o pessoal ateava fogo. Agora é lindo, tem sombra, as crianças podem brincar”, diz Rosimere.

Moradora de Fernadópolis transformou um terreno em uma área verde  (Foto: Reprodução/TV TEM)
Moradora de Fernadópolis transformou um terreno em uma área verde (Foto: Reprodução/TV TEM)

Ela já perdeu as contas de quantas árvores e plantas viu crescer no terreno. A variedade também chama atenção dos moradores que agradecem. “É um lugar gostoso, a gente senta e fica conversando na sombra”, diz Andressa Querós Santana, moradora do bairro.

Veja mais notícias da região no Grupo Bom Dia