Mãe que acusa hospital de dar corpo de bebê para outra família fala sobre erro: ‘Só quero enterrar meu filho’

0
Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de Rio Preto — Foto: Reprodução/TV TEM

A mãe de 22 anos que registrou boletim de ocorrência alegando negligência por parte do Hospital da Criança em Maternidade de São José do Rio Preto (SP) por entregar o corpo do filho prematuro para outra família enterrar afirmou em entrevista ao G1 que ainda espera a exumação do bebê.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mãe teria dado luz ao menino no dia 16 de março com apenas seis meses de vida, mas ele morreu logo após o nascimento. A jovem teria ficado sabendo da troca quatro dias depois.

“Quando me informaram sobre a troca, além de ficar surpresa, fiquei revoltada com o hospital. Não esperava que isso poderia acontecer. Só quero encerrar o ciclo e enterrar meu filho”, diz a jovem.

“A funerária foi buscar primeiro, mas falaram que faltava uma assinatura e eles não poderiam entregar. Depois eu fui na segunda-feira (18) à noite e pediram para voltar na quarta-feira (20). Ao retornar, eles disseram que havia ocorrido a troca”, afirma a jovem.

Segundo apurado pelo G1, o corpo da criança foi entregue a outra mulher que deu à luz prematuramente e o bebê morreu no mesmo dia. A família que recebeu o corpo teria enterrado o bebê em um cemitério de Rio Preto.

“Ainda estamos esperando o juiz responsável pelo caso autorizar ou não a exumação. Enquanto isso, não temos o que fazer, além de esperar”, diz a mãe de 22 anos.

Em nota, a Funfarme informou que não está autorizada a comentar o assunto por pedido das famílias.

Investigação

Quando a troca foi confirmada, o próprio hospital orientou a jovem a fazer um boletim de ocorrência, que foi registrado no 1º Distrito Policial de Rio Preto.

Por envolver duas mulheres e crianças, o caso possivelmente será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher. No entanto, o inquérito policial ainda não foi enviado, segundo delegada Dálice Ceron.

Ao G1, o advogado da vítima, Marcelo Luiz, disse que a expectativa é que o processo seja enviado para o corpo ser exumado na próxima semana.