Mãe de menina de 11 anos assediada por jovem recorre ao MP após ele ser solto: ‘Estou com medo’

0
Conversas enviadas ao celular da garota de 11 anos revelam convite e proposta como "ensinar a beijar" (Foto: Reprodução)

Decisão foi tomada após suspeito preso por tentar aliciar a garota ser libertado em audiência de custódia. Promotoria em Marília diz que vai acompanhar o inquérito.

A mãe da menina de 11 anos que sofreu uma tentativa de assédio por um rapaz de 20 anos na última sexta-feira (27), em Marília (SP), recorreu ao Ministério Público (MP) para pedir ajuda.

Segundo a mulher, que prefere ter a identidade preservada, a família está com medo depois que o rapaz que foi preso e acabou conseguindo a liberdade provisória durante uma audiência de custódia. No MP, ela pediu o aumento no rigor dos critérios sobre a prisão do suspeito.

“Acho natural minha preocupação, afinal ele [suspeito] mora na mesma cidade que a gente e minha família não o conhece. Dizem que não preciso ter medo, mas estou com medo”, afirmou a mulher.

O promotor José Bento, responsável pela Promotoria Criminal de Marília, explicou que na audiência de custódia entendeu-se que não havia perigo e, por isso, “não há nada a ser feito no momento”.

Segundo o promotor, somente se houver algum “fato novo” o MP poderia agir. Ainda de acordo com ele, o órgão está acompanhando o inquérito.

O caso

O rapaz de 20 anos foi preso depois que, segundo a Polícia Civil, a garota começou a receber mensagens dele pelo celular dizendo que gostaria de marcar um encontro com ela.

Prisão do suspeito acontceu após encontro ser marcado no Bosque Municipal de Marília (Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação)
Prisão do suspeito acontceu após encontro ser marcado no Bosque Municipal de Marília (Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação)