Lugano desconversa sobre Bauza e diz: “Fiz qualquer coisa pela seleção”

0

Zagueiro evita falar sobre possível saída do técnico para a Argentina e diz que ninguém tocou no assunto durante o treino desta sexta. Tricolor pega o Grêmio

Diego Lugano falou sobre o convite para Edgardo Bauza treinar a seleção da Argentina. O zagueiro uruguaio disse que não pode se manifestar sobre o que passa na cabeça do treinador do São Paulo, mas deu sua opinião sobre defender seu país.

– No meu caso, a seleção sempre foi a coisa mais importante da minha vida, fiz qualquer coisa pela seleção, coisa certa ou errada, até com os clubes em que joguei, para chegar antes à seleção. Muitas vezes isso foi prejudicial aos clubes que joguei. Vocês tocaram em meu ponto fraco – disse o zagueiro.

Lugano São Paulo (Foto: Érico Leonan/www.saopaulofc.net)Lugano destacou importância da seleção após convite a Bauza (Foto: Érico Leonan/www.saopaulofc.net)

De acordo com o experiente defensor tricolor, mesmo com a viagem de Edgardo Bauza a Buenos Aires nesta sexta-feira, o elenco do São Paulo trabalhou com normalidade antes do duelo contra o Grêmio.

– Eu posso falar por nós jogadores. O elenco treinou com normalidade, amanhã vamos treinar, viajar a Porto Alegre com normalidade, não pensamos em outra coisa que não seja o jogo de domingo – resumiu.

Questionado se o comandante argentino mudou de comportamento nos últimos dias diante do interesse da AFA, Lugano procurou tranquilizar o torcedor são-paulino.

– Ele estava totalmente normal. Ninguém tocou no tema durante o treino, como se nada estivesse acontecendo, porque na verdade nada está acontecendo. O torcedor do São Paulo tem que ficar tranquilo porque a preparação para o jogo foi com normalidade – completou.

Neste domingo, Lugano está entre os titulares do São Paulo para o duelo contra o Grêmio. Sem Rodrigo Caio, que serve à seleção olímpica, o zagueiro faz dupla com Maicon no duelo em Porto Alegre.

Leia mais trechos da entrevista coletiva de Lugano:

SOBRE O TIME DO GRÊMIO
– Vimos vídeos ontem, hoje, sabemos que o Grêmio jogando em casa é um time que tenta pressionar, joga com quatro jogadores no ataque, terá desfalques igual o São Paulo. Neste mês no Brasil terá muitas mudanças em muitos times, é um campeonato novo, no domingo será um jogo bom, dois times que querem conquistar o título

O QUE APRENDEU COM BAUZA NO BANCO
– Se você quiser, você sempre tira coisa boa, aprende de qualquer treinador, neste caso, de Bauza, sempre foi um cara tranquilo, de pulso firme, mas que sempre mantém o mesmo nível, a calma, bastante singular. O que pode ajudar o time. Eu sou um pouco diferente nesse aspecto.

O SÃO PAULO BRIGA PELO QUÊ?
– Pelo nosso elenco, temos a obrigação de ser campeão. Não podemos pensar apenas em G-4 ou Libertadores. O Palmeiras aproveitou muito bem no início do campeonato, quando só tinha uma competição para disputar, e abriu uma vantagem grande. Contra Grêmio, um rival direto, significaria não apenas três pontos, mas também a condição de brigar no topo.

ALEXANDRE PATO
– Eu não joguei com ele no São Paulo, não sabia dessa notícia. Eu tenho a melhor impressão dele como jogador, um jogador que chegou ao máximo nível mundial muito novo ainda, aqui no são Paulo falam muito bem ele, é difícil ficar elogiando um jogador que é adversário.

VOCÊ SE LEMBRA DE ALGUM TÉCNICO QUE RECUSOU A SELEÇÃO DE SEU PAÍS?
–  Algum deve haver, mas é difícil. Ainda mais seleções de ponta, é complicado, eu vou pensar e depois vou responder para você.

DEIXE UMA RESPOSTA