Justiça nega pedido do ex-prefeito de Campo Limpo Paulista para voltar ao cargo

0

Justiça nega pedido do ex-prefeito de Campo Limpo Paulista para voltar ao cargo

A Justiça negou nesta segunda-feira (18) a liminar pedida pelo prefeito cassado de campo Limpo Paulista (SP), Japim de Andrade (PROS), para voltar ao cargo. O vice, Aléssio Otorino José Grandizoli (PDT), assumiu a prefeitura e exonerou todos os dez secretários que compunham o governo anterior.

Na ação, o ex-prefeito negou que o motorista da prefeitura estava dirigindo o carro particular dele em horário de trabalho. A defesa do prefeito cassado também contestou a posse de um vereador suplente antes da votação.

A Câmara de Vereadores deve ser notificada para dar explicações. O processo que pede a retomada do cargo continua na Justiça.

Sessão extraordinária

O prefeito Japim Andrade foi cassado por nove votos a quatro em uma sessão extraordinária na Câmara de Vereadores, que durou mais de quatro horas. A segurança do plenário foi reforçada por causa de um vídeo protocolado por um vereador há três meses.

O material mostra um funcionário público, em cargo de confiança, deixando o filho do prefeito na escola. De acordo com o material, o servidor leva a primeira-dama ao supermercado e ao salão de beleza. Nesse período, uma Comissão Processante foi montada e ouviu oito pessoas.

Parte do que foi investigado, foi lido pelo representante do departamento jurídico da Câmara. Foram dezenas de páginas e mais de duas horas de leitura. Depois, os vereadores justificaram o voto. Cinco deles falaram por até 15 minutos.

O vereador Daniel Mantovani faltou à sessão e foi substituído por Cleonídes José dos Santos. O advogado do prefeito também discursou e tentou desqualificar a denúncia. Houve réplica, tréplica entre vereadores e o advogado do prefeito.

Na votação aberta, Ana Paula, Tonico, Cristiane Damasceno e o vereador Jura votaram pelo arquivamento da denúncia. Cleonídes José dos Santos, o presidente da Câmara Denis Braghetti e os outros sete vereadores votaram pela cassação. No final, o prefeito Japim Andrade foi cassado por 9 votos a 4.

Câmara cassou prefeito de Campo Limpo Paulista (Foto: Sandro Zeppi/ TV TEM)
Câmara cassou prefeito de Campo Limpo Paulista (Foto: Sandro Zeppi/ TV TEM)