Justiça condena homem a mais de mil anos de prisão por estuprar a enteada 63 vezes

0
Padrasto foi condenado a mais de mil anos de prisão por abusar da enteada em Fernandópolis — Foto: TV TEM/Reprodução