JBS fecha unidade com 600 trabalhadores em Santa Fé do Sul

0
Empresa diz que volume de produção será transferido para outras fábricas (Foto: Rádio Santa Fé FM )

Empresa anunciou o fechamento da unidade nesta quinta-feira (2).
Funcionários devem ser demitidos se não aceitarem transferência.

A empresa de alimentos JBS anunciou o fechamento da unidade de Santa Fé do Sul (SP) nesta quinta-feira (2). Cerca de 600 funcionários devem ficar sem emprego. A empresa opera no processamento de carnes bovina, suína, ovina e de frango e no processamento de couros.

De acordo com a assessoria de imprensa da JBS, o encerramento das atividades ocorre devido à decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que “inviabilizou operacional e economicamente as atividades da planta”.

A assessoria da JBS informa que o volume de produção será transferido para outras fábricas da empresa no Estado, em Lins (SP) e Andradina (SP). A empresa atuava na cidade desde 2013 e realizava atividades de abate e desossa de bovinos.

Segundo a assessoria, cerca de 620 colaboradores trabalhavam na unidade e oferecerá aos funcionários a possibilidade de transferência para outras unidades. Para os que não manifestarem a opção pela transferência, a JBS promoverá o desligamento, de acordo com a legislação.

O Cade informou à reportagem  que, para preservar a concorrência no mercado e defender o consumidor, impôs condições ao arrendamento da planta de Santa Fé do Sul efetivado pela JBS. Tais condições, de acordo com a assessoria de imprensa, foram negociadas e inseridas em um acordo, assinado pelo conselho e pela empresa. “Em outubro de 2016, o Cade constatou que essas condições não foram integralmente cumpridas pela JBS e pelo descumprimento do acordo a empresa foi obrigada a não operar a planta e devolvê-la ao arrendante”, diz a nota.

DEIXE UMA RESPOSTA