Incêndio que atingiu carretas em posto destruiu equipamentos de som e iluminação para festas

0
Carreta com equipamentos de som e iluminação ficou totalmente destruída em Santa Cruz do Rio Pardo (Foto: TV TEM / Reprodução )

Um dos veículos estava cheio e foi um dos mais atingidos pelas chamas em Santa Cruz do Rio Pardo. Estiagem pode ter colaborado para as chamas se espalharem rapidamente, causas são investigadas.

O incêndio que começou às margens da Rodovia Orlando Quagliato em Santa Cruz do Rio Pardo (SP) e se espalhou atingindo cinco carretas causou vários prejuízos que ainda são contabilizados nesta terça-feira (21).

Alguns dos veículos estavam sem carga, mas um deles, o que foi mais atingido no incêndio no fim da tarde de segunda-feira (20) estava carregado com equipamentos de som e iluminação para festas. Tudo foi consumido pelas chamas.

Outras duas carretas também ficaram danificadas e outras duas tiveram os pneus queimados. O borracheiro José Ricardo Amâncio viu quando as chamas se espalharam.

“A gente viu a fumaça de longe e logo o fogo começou a atingir as carretas. A nossa preocupação era chegar até os pneus e causar um estrago maior”, conta.

Cinco carretas foram atingidas pelo fogo em Santa Cruz do Rio Pardo (Foto: Repórter na Rua/Divulgação)
Cinco carretas foram atingidas pelo fogo em Santa Cruz do Rio Pardo (Foto: Repórter na Rua/Divulgação)

O perigo era grande, porque os caminhões estavam no pátio de um posto de combustíveis e o medo era de alguma explosão. Marcos Adelino Pchinin é o dono do posto, ele foi correndo para o local quando soube do incêndio.

“Na hora a gente pensa um monte de coisa, eu fiquei bem nervoso. Os bombeiros chegaram por volta das 17h e o fogo foi totalmente controlado somente às 20h. Então ficamos com muito medo de algo pior acontecer.”

Fogo começou em uma mata e atingiu o pátio do posto de combustíveis em Santa Cruz do Rio Pardo  (Foto: TV TEM / Reprodução )
Fogo começou em uma mata e atingiu o pátio do posto de combustíveis em Santa Cruz do Rio Pardo (Foto: TV TEM / Reprodução )

O Corpo de Bombeiros foi acionado e as chamas foram controladas. As causas do incêndio vão ser investigadas, mas o que se sabe é que a umidade relativa do ar mínima registrada foi de 20%.

Este já é um estado de atenção, o ar seco facilita as queimadas, que são constantes neste período. “Não temos como saber se foi criminoso. O tempo fica seco e começam as queimadas. As vezes as pessoas colocam fogo para limpar o terreno e acaba causando isso”, alerta o sargento do Corpo de Bombeiros, Marcos Rodrigues da Silva.

Veículos foram consumidos pelas chamas em Santa Cruz do Rio Pardo  (Foto: TV TEM / Reprodução )
Veículos foram consumidos pelas chamas em Santa Cruz do Rio Pardo (Foto: TV TEM / Reprodução )