Incêndio destrói plantação de cana e área de preservação ambiental

0

Ainda não se sabe como o fogo começou, mas o dono da fazenda acredita que as chamas começaram em uma colheitadeira, e depois o fogo se alastrou.

Um incêndio de grandes proporções destruiu uma área de plantação de cana-de-açúcar, pastagem e até uma área de proteção ambiental em Castilho (SP). As chamas começaram nesta segunda-feira (11) e os bombeiros demoraram quase 24 horas para apagar o fogo.

De acordo com os bombeiros, a área queimada é de uma usina, entre Itapura (SP) e Castilho. Ainda não se sabe como o fogo começou, mas o dono da fazenda acredita que as chamas começaram em uma colheitadeira, e depois o fogo se alastrou.

Segundo o dono da propriedade, o incêndio atingiu 330 hectares de cana e pastagem, o que daria cerca de 300 campos de futebol. Os bombeiros disseram que as chamas também atingiram cerca de 30 hectares de uma área de proteção ambiental, mas a área total ainda está sendo calculada.

Além da colheitadeira, um caminhão também foi atingido pelas chamas. Uma equipe da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) foi até o local e vai ajudar na investigação das causas do incêndio e também a calcular o estrago. A usina ainda não se pronunciou sobre o caso.

Chamas também atingiram outros veículos (Foto: Reprodução/TV TEM)
Chamas também atingiram outros veículos (Foto: Reprodução/TV TEM) 
Fogo também atingiu área de preservação ambiental (Foto: Reprodução/TV TEM)
Fogo também atingiu área de preservação ambiental (Foto: Reprodução/TV TEM)